Rodrigo Neves recebe na cadeia boas notícias: Câmara aprova a LOA-2019 e nega pedidos de impeachment

foto Sérgio Gomes

Câmara rejeitou os pedidos de impeachment contra Rodrigo Neves e aprovou a LOA 2019

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT) que está preso na Cadeia Pública de Benfica, Zona Portuária do Rio, recebeu duas boas notícias. A primeira que em sessão extraordinária a Câmara de Vereadores não aceitou os pedidos de impeachment e, a outra, de que em sua última sessão plenária antes do recesso de fim de ano, a Câmara aprovou, em segunda discussão a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2019.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Encaminhada pela Mensagem-executiva 21/2018, estima a receita do Município de Niterói em R$ 3.220.509.238,00 (três bilhões, duzentos e vinte milhões, quinhentos e nove mil, duzentos e trinta e oito reais). Desse total, o orçamento fiscal é de R$ 2.7 bilhões e o da Seguridade Social em R$ 488 milhões. Entre as 378 emendas apresentadas, um total de 188 foram aproveitadas. A LOA 2019 foi aprovada por unanimidade e seguiu para sanção ou veto, do prefeito em exercício.

Rodrigo Neves foi preso na última segunda-feira (10) na Operação Alameda, desdobramento da Lava Jato no Rio. Investigações apontam que ele recebeu R$ 10 milhões do reembolso da gratuidade de ônibus no município.