Vítimas do Boa Esperança em Niterói recebem benefício assistencial

Quinze pessoas morreram no deslizamento no Morro Boa Esperança em Piratininga

Onze dias após o rompimento do maciço na localidade do Boa Esperança, em Piratininga, a Prefeitura de Niterói realizou o pagamento do benefício assistencial mensal no valor de R$ 1.002,00 para 23 famílias que tiveram suas casas destruídas ou demolidas. Até o fim do mês, todos os moradores que tiveram casas interditadas na comunidade receberão a primeira parcela do benefício. As equipes da Defesa Civil de Niterói continuam o trabalho no Morro Boa Esperança, onde já foram demolidas 13 casas. A ação acontece de forma conjunta com a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos, Obras e a Companhia de Limpeza (Clin). Os moradores estão sendo acompanhados por assistentes sociais e psicólogos da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.

Na última quinta-feira (15), a juíza Daniella Ferro, do plantão judiciário, atendeu a um pedido da Procuradoria Geral do Município e determinou a desocupação de 54 imóveis na região. Oficiais de Justiça estiveram no local para entregar as notificações para a liberação dos imóveis. As famílias puderam retirar seus pertences, com apoio da Defesa Civil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No deslizamento de parte do Morro Boa Esperança morreram 15 pessoas.que tiveram suas casas soterradas no último dia 10.