Vereador diz que índios de Maricá são vagabundos, maconheiros e que vivem também da prostituição

 

A sessão ordinária desta segunda-feira (12) da Câmara Municipal de Maricá foi quente, pela temperatura de verão nesta primavera e pelo discurso acalorado do vereador oposicionista Fillipe Poubel (PSL, eleito deputado estadual e já indicado para ser o vice-líder do partido na Alerj. Fez duras acusações aos índios e criticou a Prefeitura.

 

Poubel disse que irá a Polícia Federal para cobrar investigação do assassinato de um maricaense que  teve o corpo encontrado numa área reservada para indígenas em São José do Imbassaí, Maricá.

                                                                                                                                                                                      

"Como é terra indígena, a investigação tem que ser feita pela Polícia Federal e não vou sossegar enquanto os criminosos não forem presos. Os índios que lá estão são vagabundos, maconheiros, vendem maconha e andam prá cima e prá baixo com carrões importados e usando roupas de marca. As índias tem uma penca de indiozinhos e vivem da prostituição. Esses índios tem título de eleitor e recebem ajuda financeira do governo federal", disse o parlamentar.

                                                                                                                                                                                  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fillipe Poubel lembrou que essa aldeia indígena estava em Niterói onde seria despejada pelo prefeito Rodrigo Nevez (PDT), mas a Prefeitura de Maricá foi lá e fez a remoção para São José do Imbassaí.

"A Prefeitura de Maricá ainda dá uma "Bolsa Índio" de R$ 300 para cada um, com a aprovação dessa Câmara de Vereadores", concluiu Fillipe Poubel que convidou os demais parlamentares para irem com ele a Polícia Federal, em Niterói, para solicitar rigorosa investigação do assassinato.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino