Cabo Frio tem final brasileiro de fotografias subaquáticas

                                                                                                                                                                                                                                                                                                             fotos Fabio Freitas

As riquezas naturais do fundo do mar da Costa do Peró serão retratadas, nos dias 16 e 17 de novembro, por uma seleção de fotógrafos subaquáticos do Brasil. Eles participam em Cabo Frio da etapa final do Circuito Nacional da Associação Brasileira de Imagens Subaquáticas (ABISUB) 2018. O nome do campeão nacional de foto subaquática (já ocorreram três etapas) será divulgado na tarde do dia 18 na Pousada Porto Canal, sede da Litoral Sub, operadora oficial do evento.

 

Procedentes de vários estados brasileiros, os fotógrafos serão divididos em duas categorias: CM (câmeras compactas) e DM (câmeras profissionais e semiprofissionais). Eles terão que tirar fotos em quatro categorias: grande angular, temática (o tema será gorgonias), peixe e macro. Flávia Dalla Santa, do Rio Grande do Sul, campeã de 2017, é uma das competidoras.

                                                                                                                                                                                   CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fundada em 2015 por um grupo de fotógrafos subaquáticos, a ABISUB, presidida por Mônica Magalhães, tem como uma das suas metas principais a cultura preservacionista do ambiente marinho através da publicação de imagens que retratem a beleza do frágil ambiente do fundo do mar. Através das mídias sociais, as fotografias vencedoras vão para vários países do mundo.

A Costa do Peró, em especial o entorno da Ilha dos Papagaios, é um dos principais ecossistemas do litoral brasileiro para fotos subaquáticas devido à riqueza e diversidade de espécies. A competição será realizada em águas próximas à Praia do Peró, que no dia 25 de novembro, às 9h, vai hastear a Bandeira Azul, certificado internacional de qualidade de praias.

Os fotógrafos vão usar na competição a embarcação Porto Canal, construída para ser usada em operações de mergulho, podendo também navegar, dia e noite, com total equilíbrio, estabilidade segurança não somente para competições esportivas como também para turismo náutico. Fez sua viagem inaugural em março de 2004, zarpando da Praia do Sossego, em Itabapoana, no Norte Fluminense, com destino a Cabo Frio.

O dentista Fábio Freitas, ex-presidente da ABISUB e competidor juntamente com a mulher, Flávia Mergulhão, disse que a Costa do Peró possui uma rica diversidade, com destaque para os nudbranquios, que são pequenos e coloridos animais marinhos. São encontrados animais marinhos, tartarugas e uma variedade de peixes multicoloridos. Ela destaca a importância da preservação do ambiente marinho:

-- A preservação é importante não somente para os adeptos da fotografia subaquática, mas também para todos que queiram apreciar a grande beleza natural daquela região, que ainda está intacta. Um plástico jogado no mar, por exemplo, pode matar uma tartaruga. A água viva é o alimento das tartarugas e elas engolem os plásticos achando que é comida. A consciência preservacionista é fundamental para garantir a rica biodiversidade da Costa do Peró – disse o fotógrafo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino