Chuva na Região dos Lagos: decretado estado de emergência em Rio das Ostras

08.11.2018

A Prefeitura de Rio das Ostras decretou estado de emergência em consequência das fortes chuvas que castigam a cidade desde a noite desta quarta-feira (07). Outros municípios  da Região dos Lagos também enfrentam transtornos com pontos críticos de acúmulo de água

Rio das Ostras

 

A Prefeitura de Rio das Ostras decretou estado de emergência por conta das fortes chuvas que provocaram alagamentos em várias localidades do município desde a noite desta quarta-feira (7).

Por determinação da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer, as aulas das escolas da rede municipal foram suspensas nesta quinta-feira (8). A Defesa Civil de Rio das Ostras informou que o volume de chuva registrado foi de 130 mm.

 

Localidades como Recanto, Nova Cidade e Âncora ficaram alagadas. Além disso, algumas linhas de vans tiveram seus itinerários e horários alterados. Até o momento, não há desabrigados ou desalojados na cidade.

 

A Prefeitura do município também informou que os postos de saúde estão abertos, mas podem apresentar atendimento irregular, uma vez que alguns servidores encontram dificuldades para chegar ao local de trabalho.

 

Equipes da Secretaria de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana, em conjunto com a Guarda Municipal, estão nas ruas de Rio das Ostras para fazer manutenção dos sinais que apresentam problemas e orientando o trânsito.

                                                                                                                                                                                    CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Armação dos Búzios

 

A Prefeitura informou que não houve alagamento no município, mas que certas áreas dos bairros Manguinhos, Ferradura e Geribá tiveram pontos críticos.

 

Na Rua Celeste da Costa, em Manguinhos, houve acúmulo de água nos quintais dos moradores em casas que ficam abaixo do nível da rua. A Prefeitura disse que está prestando auxílio a essas pessoas que foram afetadas.

 

Araruama

 

De acordo com a Superintendência de Defesa Civil, de quarta-feira (7) para quinta-feira (8) foram registrados 50.2 milímetros de chuva no município. Até o momento, não houve registro de desabrigados, mas algumas ruas ficaram alagadas devido ao grande volume de água.

 

A Prefeitura também informou que a Escola Municipal Pastor Alcebíades Ferreira de Mendonça, na Estrada de Sobara, no Distrito de São Vicente, não funcionou nesta quinta (08). As demais escolas municipais funcionaram normalmente. A Defesa Civil de Araruama está em estado de atenção.

                                                                                                                                                                            CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Arraial do Cabo

 

De acordo com a Defesa Civil de Arraial do Cabo, choveu 26.2mm e não houve registro de alagamentos ou desabrigados.

 

Cabo Frio

 

Segundo a Prefeitura, as fortes chuvas desta quinta-feira (8) deixaram o município em alerta para o risco de alagamentos. Além do grande volume de águas pluviais, alguns pontos de alagamentos são causados por entupimento de bueiros.

 

Por causa disso, a Prefeitura pede a colaboração da população para que descarte o lixo de forma correta.

                                                                                                                                                                                  CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Iguaba Grande

 

A Prefeitura informou que choveu 39.5mm de 00h até o momento, e há previsão de 17.3mm até o fim do dia. O município disse que está em estado de atenção.

 

A Defesa Civil da cidade solicitou a abertura da comporta do Rio Salgado às 00h41 desta quarta. Os bairros mais afetados em Iguaba são o Centro, Ubas, Parque Tamariz e Iguabela. (fonte G1)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino