Maratona de dicas para empresários no mês de aniversário de Niterói

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), visitou na tarde desta segunda-feira (05), a Casa do Empreendedor, no Centro da cidade, administrada pela prefeitura, para comemorar o resultado obtido pelo local que já cadastrou mais de dois mil microempreendedores apenas este ano. Desde a inauguração, em 2016, já são 9.700 formalizados e, até o final de dezembro, a meta é chegar a 10 mil fotos Bruno Eduardo Alves

O prefeito aproveitou para consolidar a parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para que os microempreendedores formalizados na Casa do Empreendedor possam participar de uma maratona de palestras com o objetivo de ajudar os novos empresários a tocarem o seu negócio com sucesso, dando dicas e orientações de administração. A maratona acontecerá na sede do Sebrae (Rua Andrade Neves 31 – Centro), e incluirá, entre outras coisas, gestão financeira para pequenos negócios, acesso a crédito e serviços financeiros, captação de recursos e rodada de negócios. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Niterói é uma cidade que tem um grande perfil empreendedor, está à frente de muitos municípios no que se refere a atração de novos negócios e incentivo para as empresas que já estão estabelecidas na cidade. Temos uma gestão responsável e incentivamos atividades que possam manter a cidade viva e criando oportunidades de negócios”, disse o prefeito, lembrando que os interessados podem conseguir formalizar o próprio negócio em apenas 30 minutos na Casa do Empreendedor. A abertura da Casa do Empreendedor é o resultado de um conjunto de medidas lançadas pela prefeitura no final de 2015 que favorece os microempreendedores e as pequenas empresas da cidade. Com a aprovação da Lei 3190 – 2015, sancionada pelo prefeito Rodrigo Neves, foram criadas condições para ações de apoio ao desenvolvimento desses empreendedores e auxílio na liberação de microcrédito. “Niterói tem várias frentes para estimular o empreendedorismo, como os polos gastronômicos, o incentivo à indústria cervejeira, a revitalização do Mercado Municipal Feliciano Sodré, entre outros negócios que geram renda e emprego para a cidade”, ressalta o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Luiz Paulino Moreira Leite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O secretário lembrou que Niterói foi considerada a sexta melhor cidade para investir, empreender e negociar no Brasil segundo a consultoria Urban Systems, que analisou o potencial de desenvolvimento econômico de 100 cidades acima de 100 mil habitantes, identificando aquelas com as melhores oportunidades para negócios. A pesquisa foi publicada na Revista Exame de 25 de outubro. O município, que saltou do 49º lugar no ranking de 2017, também alcançou a melhor colocação no Estado do Rio de Janeiro. A cidade está acompanhada de Vitória (1º), São Caetano do Sul (2º), São Paulo (3º), Porto Alegre (4º), Barueri (5º). Na sequência, aparecem Curitiba, Belo Horizonte, Maringá e Santos. Leandro Luís de Sousa Marinho, coordenador Regional do Sebrae no Leste Fluminense, explica que a Semana Nacional de Crédito, organizada anualmente pelo órgão, será estendida por um mês em Niterói, em comemoração pelo aniversário da cidade. CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Niterói tem um ambiente propício para negócios e o Sebrae é um dos grandes parceiros da Prefeitura. Nosso trabalho com os empreendedores envolve ajudar a buscar o melhor caminho para o desenvolvimento dos negócios, dando dicas de investimento, entre outras coisas”, destaca. Incentivo – Na Casa do Empreendedor, todo o processo para abertura de negócios é agilizado através do Alvará Rápido, feito através do sistema Regina e o E-cidade. As secretarias de Desenvolvimento Econômico, Fazenda, Meio Ambiente, Urbanismo, a Vigilância Sanitária e o SEBRAE viabilizam a concessão do alvará e a autorização para emissão de Nota Fiscal. A abertura rápida de empresas consideradas de baixo risco é umas das vantagens. A Casa do Empreendedor e a Junta Comercial ficam no Shopping Bay Market, na Avenida Visconde do Rio Branco, Centro.