Presidente do PT-RJ diz que quem ri por último ri melhor

                                                                                                                                                                                                                                                                                                     foto internet 

                                                           Apoio de Quaquá e do prefeito Fabiano Horta não foi suficiente para dar a vitória a Haddad e Paes

 

Num vídeo postado na rede social o ex-prefeito de Maricá e presidente regional  do PT, Washington Quaquá, num tom arrogante - como é de praxe - reconheceu a derrota do partido no país e no estado.

 

"Não é hora de reações raivosas. Reconheço que perdemos e vamos pensar nas consequências porque o povo é que mais vai sofrer. Vão acabar com os benefícios dos pobres. Como deputado federal vou defender a democracia e quem ri por último ri melhor", disse Quaquá.

                                                                                                                                                                                    CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O petista recebeu nas urnas cerca de 73 mil votos, mas como disputou as eleições por força de liminar, porque está inelegível condenado por improbidade administrativa,  aguarda o julgamento do recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que pode acontecer até dezembro quando os eleitos serão diplomados. Quaquá também teve suas contas reprovadas pelo TCE quando era prefeito em 2016. Inexplicavelmente, até agora essas contas não foram analisadas pela Câmara Municipal de Maricá.

 

Os candidatos apoiados pelos petistas e vereadores aliados em Maricá sofreram uma amarga derrota.  Para a presidência da República, Fernando Haddad teve apenas 28.593 votos contra 47.243 de Jair Bolsonaro (PSL).

                                                                                                                                                                                    CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na disputa pelo governo do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (DEM) que considera Maricá um local de merda, mas que foi apoiado por petistas e vereadores aliados do governo municipal, recebeu 23.078 votos, enquanto que o governador eleito Wilson Witzel (PSC) obteve o dobro, 46.106 votos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino