Chef ensina técnica da gastronomia no Peró

O gosto pela gastronomia começou há 21 anos, no Senac do Paraná. Logo depois, já profissional, especializou-se em frutos do mar no Bar dos Passarinhos, em Curitiba, que durante dois anos consecutivos conquistou o título de melhor restaurante de frutos do mar do Sul em concurso promovido pela Revista Veja

Chef Mariel Muller adia viagem ao exterior para curtir as delícias do Peró

Com um vasto currículo, o chef Mariel Muller se apaixonou pelo Peró graças a um acaso. Um problema com o certificado de vacinação, necessário para ingressar na Colômbia, onde vai trabalhar, o trouxe para uma visita não programada ao colega chef Emanoel Layme, do quiosque Pampo’s, na orla do Peró:

-- O Peró é um espetáculo da natureza. Conheço muitas praias do Sul, mas a água do Peró é diferente, muito bonita. Todo dia dou um mergulho. Gostei tanto que resolvi adiar a viagem e vou ficar por aqui acho que até o Carnaval – disse Mariel, logo convocado pelo amigo Emanoel para o trabalho.

No Rio, o chef Mariel trabalhou cinco anos no Projac. Ele atuava na equipe da empresa Sapore que preparava cinco mil refeições diárias para os funcionários e artistas da TV Globo. Depois, inaugurou a cozinha do Hotel Mercury para a Copa do Mundo. Há pouco, foi convocado pela mesma Sapore para atuar em projetos de gastronomia na Colômbia, Peru e México. Mas ele, por enquanto, está feliz no Peró e revela sua preferência na cozinha:

-- Gosto muito de trabalhar com camarão. Os clientes adoram o camarão paulista, que fazia muito sucesso no Paraná. O segredo é flambar o camarão com vodka para fixar mais o tempero – ensina.

Com a vasta experiência, Mariel Muller aposta na qualidade para fidelizar o cliente que aprecia frutos do mar:

-- O segredo é ter o pescado fresco, técnica para o preparo e chegar ao ponto certo. É preciso muito cuidado. O fruto do mar é muito fácil estragar. Por isso é importante conquistar a credibilidade do cliente com serviço de qualidade – conclui.