Bolsonaro não participará de debates como fez Lula em 2006

reprodução TV Globo

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, disse nesta quinta-feira (18) que o candidato do partido à presidência da República, Jair Bolsonaro, não participará de debates com o petista Fernando Haddad no segundo turno da corrida presidencial.

Em entrevista coletiva no Rio de Janeiro, Bebianno, que é um dos aliados mais próximos de Bolsonaro, disse ainda que as acusações feitas por Haddad de que Bolsonaro está por trás da disseminação de notícias falsas é caluniosa e um crime.

Esse tipo de atitude não é nenhuma novidade para o eleitorado brasileiro na corrida eleitoral ao Palácio do Planalto. Em 2006, o presidente Luis Ignácio Lula da Silva (PT) também decidiu não participar de debate na TV Globo.