Justiça cassa vereador e Dr. Felipe Auni assume a vice-presidência da Câmara de Maricá

Acusado de abuso de poder político, a justiça eleitoral cassou o mandato e tornou inelegível por 8 anos,  o vereador Frank Costa (SD) que ocupava a vice-presidência da Câmara Municipal de Maricá, cargo agora sob a responsabilidade do vereador Dr. Felipe Auni (PSD), também presidente da Comissão de Saúde, Educação, Turismo e Meio Ambiente

 

                                                                                                                              foto Paulo Celestino

                            Dr. Felipe Auni (primeiro plano) é o novo vice-presidente da Câmara de Maricá

 

Conforme o GBNEWS noticiou em primeira mão, no início do ano, Frank Costa tinha sido condenado pelo TRE-RJ, recorreu ao TSE e aguardava o julgamento. O parlamentar foi acusado de abuso de poder político por ter utilizado a estrutura da Secretaria Adjunta de Atividades Recreativas na campanha de 2016, quando se reelegeu com 1825 votos contra os 825  da eleição de 2012, que lhe garantiu o primeiro mandato. Em seu lugar, assume o suplente Adelso Pereira, atualmente Secretário Municipal de Conservação que em 2016 conquistou 1468 votos.

 

Fiel ao ex-prefeito Washington Quaquá e ao atual, Fabiano Horta, ambos do PT, Frank Costa deverá assumir um cargo na estrutura da Prefeitura. 

 

Com o afastamento de Frank Costa, foi realizada nova eleição para a composição da mesa diretora:  presidente Aldair de Linda (PT); vice-presidente Dr. Felipe Auni (PSD); 1º Secretário Marcus Bambam (PV); e, 2º Secretário Felipe Paiva (PCdoB). Esses dois últimos estão no primeiro mandato do legislativo maricaense.

 

Empossado  vice-presidente, Dr. Felipe Auni, lamentou a decisão do TRE. “Sinto muito pela perda do meu amigo. Era um vereador que trabalhava muito em prol do município. Ele foi um dos primeiros amigos que fiz em Maricá assim que vim morar aqui. Ele é muito competente em tudo o que faz. Eu não queria estar vice-presidente desta forma, mas precisamos prosseguir”, disse Auni.

 

Outra alteração que será feita na Câmara de Maricá será em 1º de Janeiro de 2019. Com a saída de Felippe Poubel (PSL) eleito deputado estadual, assumirá o suplente Alberto da Maricaense. Até lá, outro vereador também poderá ser cassado pela Justiça Eleitoral, porque teve sua prestação de contas reprovada da campanha de 2016.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino