Niterói reúne mais de 300 GMs femininas de diversos estados e municípios

23.09.2018

Cerca de 360 guardas municipais de 46 municípios do Rio e de diversos estados brasileiros participaram, na sexta-feira (21), na Cidade da Ordem Pública, no Barreto, do 1º Encontro de Guardas Municipais Femininas do Rio de Janeiro. O objetivo foi discutir a implantação de políticas específicas para mulheres nas Guardas Municipais

 

                                                                                                                          fotos Luciana Carneiro

                                                       Guardas Municipais femininas de vários pontos do país se reuniram em Niterói para trocar experiência


Os debates abordaram temas como empoderamento feminino no âmbito das guardas municipais e o papel da mulher dentro das instituições. O evento foi aberto pelo secretário de Ordem Pública, Gilson Chagas, que enalteceu o trabalho das agentes. Ele destacou que pela primeira vez na história de Niterói, a GM tem como secretária operacional uma mulher, a major Íris Milena da Cunha Ramos.

A primeira-dama do Município, Fernanda Sixel, prestigiou o evento e parabenizou o desempenho das guardas femininas.

 

 

“Para Niterói é um grande orgulho receber um evento desse porte, que veio pela primeira vez para o nosso estado. É muito importante que as guardas tenham essa oportunidade de debater e se unir, afinal elas merecem todo o nosso respeito e estão cada vez em maior número e em destaque”, disse Fernanda.

Katia Bastos, guarda municipal em Niterói e responsável pela realização do encontro na cidade, explicou que o evento cumpriu o seu papel de discutir a capacitação das profissionais e fortalecer o papel das guardas femininas.

“A inserção da mulher na área da Segurança Pública e o empoderamento e a participação nos diferentes setores das guardas é um grande marco. Queremos mostrar, cada vez mais, a valorização e o trabalho das guardas”, explica Kátia.

Uma das mulheres que também já exerce papel de comando dentre as guardas, a comandante da GM do Rio de Janeiro, Tatiana Mendes, destacou o importante papel da mulher em ações operacionais e preventivas.

 

 
“O empoderamento feminino está cada vez maior e além de ações preventivas, as agentes se destacam em várias áreas com muito comprometimento, determinação e altivez”, observou a comandante.

A inspetora Elen Melo, da Guarda Civil Municipal de Belém do Pará, conta que cada vez mais mulheres estão entrando na corporação e atuando em diversas funções.

 

“Em Belém, nos quadros femininos, constantemente buscamos melhorias. Hoje as mulheres da nossa Guarda estão inseridas nos grupamentos táticos e operacionais. Temos mulheres presentes em todos os locais”.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino