Presidente do PT-RJ coloca em dúvida atentado contra Bolsonaro

Enquanto o mundo político se manifesta repudiando o atentado  à facada contra o presidenciável deputado federal Jair Bolsonaro (PSL), o presidente do Partido dos Trabalhadores do Rio de Janeiro tem suas dúvidas sobre o fato ocorrido na tarde desta quinta-feira (06) em Juiz de Fora, Minas Gerais

 

                                                                                                  reprodução internet

Ferrenho defensor do ex-presidente Lula - preso condenado na Lava Jato  por corrupção - , o ex-prefeito de Maricá Washington Quaquá, se manifestou nas redes sociais dizendo que "essa facada está mal contada".

 

Jair Bolsonaro sofreu o atentado quando fazia campanha eleitoral no Centro de Juiz de Fora. Esfaqueado, foi levado para a Santa Casa da Misericórdia onde passou por uma cirurgia no abdomem. Passa bem e recebeu a visita de familiares.

 

Várias personalidades políticas repudiaram o atentado, com o presidente da República, Michel Temer (MDB), os presidenciáveis Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede), Fernando Haddad (PT), Henrique Meirelles (MDB), além dos presidentes das mais altas cortes do judiciário brasileiro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino