Maricá faz primeira regularização fundiária individual no Retiro

03.09.2018

                                                                                                                                                                                 fotos Elsson Campos

 Pela primeira vez, a Secretaria de Habitação e Assentamentos Humanos de Maricá realizou uma ação de regularização fundiária de caráter individual. O local escolhido foi uma casa erguida em um espaço público previsto originalmente para ser uma área de convivência, na convergência entre a Estrada do Retiro e as ruas P e George Savalla Gomes (antiga Rua E). No imóvel moram a dona de casa Edinéia Costa Santana, de 77 anos, sua filha e seus dois netos. Duas funcionárias da secretaria foram ao local nesta segunda-feira (03) e levantaram os dados dos moradores da residência e acreditam que antes do fim do ano o processo esteja finalizado.

 

Dona Edinéia conversou com as funcionárias Márcia Daiane e Lívia Goltara e contou que a casa onde vive há mais de 15 anos já foi também um estabelecimento comercial.

 

“Antes isso aqui era um bar que pertenceu ao meu ex-genro, eu até trabalhei nele. Depois ele vendeu ao meu falecido marido e fomos ampliando, mas eu tinha medo de mexer e acabar perdendo um dia. Agora fico mais tranquila”, afirmou a moradora, que foi incluída também no novo programa ‘Maricá Doce Lar’, aprovado na semana passada pela Câmara dos Vereadores e que vai ajudar na recuperação de imóveis em mau estado de conservação, a ser avaliado por um grupo de técnicos.

 

A secretária Rita Rocha informou, porém, que não há planos para novas ações semelhantes a esta. “Este foi um caso bem específico que tomamos conhecimento, mas nossas ações de regularização fundiária continuaram nas comunidades e de forma coletiva”, afirmou.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino