Defesa Civil de Petrópolis faz ação de conscientização contra as queimadas

22.08.2018

A Secretaria de Defesa Civil e Ações Voluntárias distribui cartilhas de prevenção a incêndios florestais nesta quinta-feira (23) na Praça da Liberdade. A ideia do trabalho antecipado é conscientizar a população sobre os riscos e os problemas causados pela prática, comum em áreas rurais do município. A ação foi elaborada como resposta aos casos de queimadas na cidade: desde o início do período de estiagem em julho, são mais de 170 hectares destruídos pelo fogo – o equivalente a mais de 170 campos de futebol. O último caso de maior proporção ocorreu no fim de semana, na Rua Dr. Agostinho Goulão, em Corrêas, quando foram queimados cerca de 18 hectares de vegetação

 

                                                                                                                                                                                                        fotos PMP

A ação de conscientização faz parte do eixo operacional do Plano Inverno de Petrópolis 2018, organizado pela prefeitura, que busca reduzir o número de casos de incêndios florestais na cidade, além de estabelecer um plano de ação para agilizar a resposta às ocorrências. Segundo o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz, o trabalho educativo vai garantir a redução do número de casos de queimadas na cidade.

 

“O período de estiagem, que favorece o surgimento e a propagação dos incêndios florestais, vai até meados de novembro. Não podemos perder o foco e precisamos da ajuda da população como nossa grande aliada contra as queimadas. Vale ressaltar que soltar balões é crime e a Polícia trabalha na repressão da prática”, afirma Paulo Renato Vaz.

 

Neste ano, também como parte das ações do Plano Inverno municipal, a Defesa Civil realizou uma série de operações preventivas aos incêndios florestais em parceria com órgãos ambientais com o auxílio de um drone. Mesmo após o término deste trabalho, a ferramenta permanece disponível para os órgãos ambientais e para o Corpo de Bombeiros em caso de queimadas.

 

“Seguimos à disposição, não apenas com o drone, mas também com a nossa brigada de combate aos incêndios florestais. O trabalho antecipado e organizado busca reduzir o número de ocorrências deste tipo na cidade. Esperamos conseguir bons resultados com as ações em conjunto”, explica o secretário de Defesa Civil e Ações Voluntárias, coronel Paulo Renato Vaz.

 

Dados do 15° Grupamento de Bombeiro Militar comprovaram a eficácia do trabalho antecipado realizado na cidade, que começou no ano passado: foram registrados 116 casos de fogo em vegetação contra 258 em 2016. O trabalho preventivo estabelece ações de resposta para agilizar o atendimento às ocorrências e minimizar os efeitos das queimadas.

 

“Com o trabalho em conjunto, podemos estudar os locais e ver, antecipadamente, como devemos atuar para combater um incêndio que venha atingir uma área de difícil acesso. Estes estudos são importantíssimos e vêm a contribuir demais com os nossos planos, que já obtiveram resultados excepcionais no ano passado”, destaca Paulo Renato.

 

O Plano Inverno de Petrópolis 2018, com suas respectivas matrizes de atividades e responsabilidades, está disponível para download no site da prefeitura (www.petropolis.rj.gov.br).

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino