Presidente do partido de Garotinho apoia Eduardo Paes

Anthony Garotinho (PRP) está mesmo com urucubaca  na política. Quando tentou a presidência da República o seu partido na época, o PSB, rachou e deixou ele na pista. No segundo turno, deu um caminhão de votos para Lula (PT) se eleger. Agora, tenta mais uma vez retornar ao Palácio Guanabara, mas surge a notícia de  que a presidente do seu partido está se bandeando para o lado do democrata Eduardo Paes

                                              Garotinho e Eduardo Paes protagonizaram o debate da TV Bandeirantes na noite desta quinta-feira (16)

 

Segundo o Informe do O Dia,  apesar de o PRP ter candidatura própria, Eliane Cunha esteve anteontem com o ex-prefeito do Rio, na Barra.

 

"Candidato ao governo do Rio, Anthony Garotinho (PRP) enfrenta problemas logo no próprio quintal. A presidente de seu partido no estado, Eliane Cunha, esteve anteontem na Barra da Tijuca com... Eduardo Paes (DEM). Na conversa, ela garantiu que não haverá punição aos políticos do PRP que decidirem desertar da campanha de Garotinho e pedir votos para Paes. Mais que isso: disse que, caso o ex-prefeito do Rio chegue ao segundo turno e Garotinho fique fora, o PRP vai apoiá-lo mesmo que esse não seja o desejo do ex-governador. O mais curioso dessa história é que Garotinho e Paes são como água e óleo, não se misturam de jeito nenhum".

 

No 1º debate com  os candidatos a sucessão do governador Luiz Fernando Pezão (MDB), realizado na noite de ontem pela TV Bandeirantes, Garotinho foi quem mais atacou Eduardo Paes, lembrando que o democrata está sendo apoiado pala  quadrilha do guardanapo que ele denunciou. Garotinho vinculou Paes ao ex-governador Sérgio Cabral,  Jorge Picciani e Paulo Mello, presos por corrupção, que levaram o Estado ao fundo do poço juntamente com o governador Luiz Fernando Pezão, todos do MDB.

 

Foi visível que a intenção dos candidatos ao Palácio Guanabara era esvaziar ao máximo Eduardo Paes, tirando-o do 2º turno assim como aconteceu com seu afilhado político, o deputado federal Pedro Paulo (DEM) quando foi candidato a prefeito do Rio na última eleição municipal. Pedro Paulo teve a imagem desgastada por ter agredido a ex-mulher. Já a imagem de Eduardo Paes está sendo colada aos investigados pela Operação Lava Jato.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino