Cabo Frio reprime venda de queijo coalho no Peró

13.08.2018

 

 

Proibida pelas legislações da saúde pública e do meio ambiente, a comercialização de queijo coalho na Praia do Peró começou a ser reprimida pela fiscalização de posturas da prefeitura de Cabo Frio. A venda de queijo coalho é proibida devido ao alto risco de contaminação segundo as normas de saúde pública.

 

Além da questão da saúde, a comercialização do queijo na praia também é proibida porque o Peró está numa área de preservação integral (Parque Estadual da Costa do Sol e APA do Pau Brasil). Os ambulantes costumam deixar restos de carvão que, além de sujar a praia, podem provocar incêndios na mata nativa.

 

Fiscais de posturas já  apreenderam material de ambulantes que vendiam queijo coalho na Praia do Peró. Segundo o agente Assis, a fiscalização será permanente e os principais alvos dos fiscais serão atividades que comprometam o meio ambiente no Peró, cuja praia é candidata à Bandeira Azul, título internacional de qualidade.

 

-- A prefeitura também é fiscalizada pelo Ministério Público e atividades como a venda de queijo coalho não podem ser tolerada na praia. Os fiscais também estão atentos à ocupação da areia pelos quiosques. Eles precisam respeitar o limite para mesas e cadeiras. Churrasqueiras na orla nem pensar – advertiu o fiscal.

 

A fiscalização também está atenta ao uso de botijões de gás, que foi proibido por recomendação do Ministério Público depois de duas explosões, uma na Praia do Forte e outra na Praia do Peró. Durante a operação, moradores e veranistas pediram aos fiscais que também atuem nas ruas do Peró, observando principalmente a ocupação irregular de calçadas e outros espaços públicos.

 

 

 

 

 

 

 


 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino