Jair Bolsonaro, Eduardo Paes e Romário de olho em Marcelo Delaroli

 

O jogo de xadrez político no Estado do Rio está só começando. Com o endurecimento da Procuradoria Geral da República em barrar candidatos com ficha suja, ouve uma reviravolta nas negociações, principalmente para a escolha dos nomes que comporão chapas majoritárias.

 

Inicialmente, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) queria apoiar  o deputado federal Marcelo Delaroli (PR) ao governo do estado. Com isso, Bolsonaro não só ganharia palanque no Rio como também espaço nos preciosos 5 minutos e 30 segundos que o PR tem direito para a campanha gratuita no rádio e TV. O PSL tem apenas 7 segundos. Não houve acordo, mas agora, PSL e PR voltaram a conversar.

 

Os presidentes do DEM e do PR, respectivamente deputados federais Rodrigo Maia e Altineu Cortes, andaram conversando para colocar Marcelo Delaroli como vice na chapa do pré-candidato ao governo fluminense Eduardo Paes. A conversa melou, mas como a política é dinâmica, as negociações foram retomadas.

 

E correndo por fora, o senador Romário Farias (Podemos), pré-candidato a sucessão do governador Luiz Fernando Pezão (MDB), pode ter como vice Delaroli. Podemos e PR estão em conversação.

 

O deputado federal Marcelo Delaroli é ficha limpa.

 

Pinga-pinga

 

O deputado estadual Christino Áureo (PP), - foto -  que está no terceiro mandato, é pré-candidato a deputado federal. Só que o cacique do seu partido, o vice governador Francisco Dornelles quer emplacar Áureo como vice de Eduardo Paes ### Para quem não sabe, Christino Áureo é profissional de carreira do Banco do Brasil, foi secretário de estado de Agricultura nos últimos quatro governos, tendo deixado em abril a chefia da Secretaria de Estado da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico e retornado a Alerj. Além disso, conhece bem todo o estado e tem força política no interior fluminense ### Neste domingo (29), DEM e PR realizam suas convenções no Rio ### A do PSB-RJ foi na sexta-feira (27)  e acabou em confusão. O deputado federal Alessandro Molon estreou na sua primeira convenção como presidente do partido com o pé esquerdo ###  Anthony Garotinho (PRP) quer voltar ao Palácio Guanabara. Só que está inelegível por 8 anos, mas vai recorrer ### Quem também está inelegível é o ex-prefeito de Maricá (PT), Washington Quaquá, pré-candidato a deputado federal. Já recorreu e aguarda o julgamento em Brasília ### O que vai ter de candidato disputando as eleições de outubro com a força de uma liminar não está em nenhum almanaque político ### Isso é Brasiiiillll, como diria o saudoso amigo Edmo Zarif, de longas jornadas no Sistema Globo de Rádio ###

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino