Maricá: vereador infiel Filippe Poubel a um passo de ser cassado

                                                                                                                                                                     fotos Agência GBNEWS

                                              Na primeira fila a cadeira está vazia e sem a placa de identificação de Filippe Poubel

 

O vereador Filippe Poubel  tem prazo para se explicar na justiça eleitoral porque deixou o Partido Democratas e se filiou ao PSL. Na sexta-feira (08), ele esteve no Cartório Eleitoral de Maricá para tratar de um assunto e foi surpreendido com uma citação de que está a um passo de perder o mandato. Hoje (11), não compareceu a sessão ordinária da Câmara de Vereadores de Maricá e a placa com sua identificação não foi colocada no local como de costume.

 

O Ministério Público Eleitoral RJ no processo nº 0600272-78.2018-6.19.000 de 28 de março de 2018, pede a perda do mandato eletivo de Filippe Medeiros Poubel (Filippe Poubel) por infidelidade partidária. Ele foi eleito em 2016 pelo DEM e, sem justa causa, se filiou ao PSL.

 

O juiz da 55ª Zona Eleitoral - ZE Maricá recebeu a petição nº 0600362-86.2018.6.19.0000 PJE, assinada em 05 de junho deste ano, pelo relator do processo, juiz Raphael Ferreira de Matos, que pede a citação do parlamentar.

 

Nos corredores da política ninguém entende porque o deputado federal Marcelo Delaroli (PR), padrinho político de Poubel não o alertou para as consequências da troca de partido, sem justa causa, já que não há janela partidária para vereadores.

 

Na ocasião, a reportagem do GBNEWS.COM.BR perguntou ao vereador Poubel se ele não temia perder o mandato por infidelidade partidária. "Não, eu fui expulso do Democratas, tenho um documento", respondeu.

 

Porém, em documento assinado pelo presidente do Diretório Municipal do DEM de Maricá, o vereador Ismael Breve responde ao 55º Cartório Eleitoral informando que o partido NÃO EXPULSOU nenhum vereador dos seu quadros.

 

"Esclarecemos que o vereador Filippe Poubel não comunicou oficialmente a sua desfiliação ao Democratas, embora a lei não obrigue mais a nenhum filiado a tal procedimento", concluiu Ismael Breve no  documento-resposta ao Cartório Eleitoral de Maricá datado de 24 de maio do corrente.

 

Nas últimas eleições majoritárias, Marcelo Delaroli deixou o PR, disputou o pleito pelo DEM, tornou-se suplente e prevendo que seria incurso na infidelidade partidária, retornou ao PR e em janeiro do ano passado assumiu na Câmara Federal com a eleição do titular para uma prefeitura da Baixada Fluminense.

 

 

 

Com a possível cassação de Filippe Poubel (foto), que está no 1º mandato, assume a vaga o 1º suplente democrata Alberto da Maricaense.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino