Greve de caminhoneiros prejudica usuários de ônibus em Petrópolis

23.05.2018

O caos está instalado em todo o país em consequência da paralisação dos caminhoneiros que não suportam mais o preço alto do óleo diesel. Em Petrópolis, o transporte de passageiros de ônibus também começa a ficar crítico e a Prefeitura expediu a seguinte nota:

 

Nota – Continuidade das operações de ônibus

 

Para garantir o transporte de cerca de 70 mil usuários, a CPTrans autorizou as cinco empresas de ônibus que operam as linhas urbanas a executarem horários de sábado em períodos de pico e de domingo no entre picos – uma redução de 45 e 15% no número de veículos da frota, respectivamente.

 

 A medida foi tomada porque a greve dos caminhoneiros prejudica o abastecimento das empresas de ônibus que estão desde segunda-feira (21.03) sem receber o combustível, provocando baixa dos estoques e consequente racionalização na operação. As linhas executivas também tiveram que ser suspensas até que a situação seja normalizada.

 

As operadoras já executam o abastecimento em postos convencionais para garantir o transporte do petropolitano, no entanto, mesmo estes já estão com seus estoques baixos, sem a previsão de abastecimento. A decisão visa organizar o sistema diante da crise de abastecimento.

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino