Segurança: líder do prefeito de Maricá critica o governo do estado

O crescimento da violência em Maricá não é apenas assunto nas esquinas,  bares e restaurantes da cidade. Praticamente em todas as sessões da Câmara Municipal de Vereadores o tema é levantado e, numa delas, o líder do governo Fabiano Horta (PT), Fabrício Bittencourt (PTB), mostrou-se indignado com a atuação do governo estadual

 Com tom enérgico, o parlamentar questionou a ação do governo do estado e do 12º Batalhão da Polícia Militar  - responsável pelo policiamento da cidade - com relação a distribuição das viaturas para os municípios.

 

"A nossa cidade recebeu apenas uma viatura para atender toda Maricá o que é insuficiente. Há a necessidade urgente de aumentar o número de policiais no município que disponibilizou mais seis viaturas para o Proeis (*). Maricá está em pleno desenvolvimento com obras em todos os cantos e a população tem aprovado a administração do prefeito Fabiano Horta", disse Fabrício Bittencourt que foi secretário municipal de Segurança Pública na gestão do prefeito Washington Quaquá (PT).

 

Fabrício Bittencourt lembrou que a Prefeitura de Maricá já ofereceu ao Estado, terreno e mão de obra para a construção de um Batalhão ou uma Cia. Independente da PM, mas os subordinados do governador Luiz Fernando Pezão (MDB), na área de segurança pública, não disseram nem que sim, nem que não.

 

Recentemente, em entrevista a imprensa, o deputado federal Marcelo Delaroli (PR) disse que "tinha" conseguido  inúmeras viaturas para a PM, e que pelo menos dez seriam destacadas para Maricá, cidade onde mora com a família e tem sua base eleitoral. Os maricaenses continuam aguardando essas viaturas e o aumento do efetivo, é claro.

 

Enquanto isso, sites da cidade que se dedicam a editoria de polícia continuam estampando títulos como: "Pai e filho vivem momentos de pânico nas mãos de três bandidos";  "Mais um ônibus da “Viação do Medo” que seguia para Maricá é sequestrado"; "Bandidos armados surpreendem homem em Inoã"; "Mulher é assaltada em rua do Centro de Maricá"; e, "Motorista tem carro roubado por bandidos de moto em São José do Imbassai". Isso sem falar nas notícias de assassinatos, estupros, roubos a residências e latrocínios que é o roubo seguido de morte.

 

* O Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) é uma medida que permite que os policiais militares possam trabalhar voluntariamente em seu horário de folga mediante gratificação.

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino