Petrópolis tem 29 pontos de vacinação neste ‘Dia D’ contra Febre Amarela

27.01.2018

Campanha de vacinação contra Febre Amarela é intensificada no município

Estimativa é aumentar cobertura de pessoas vacinas que atualmente é de 60%

Acontece neste sábado (27), o ‘Dia D’ de vacinação contra Febre Amarela em 28 unidades de Saúde e em uma ação volante no Corpo de Bombeiros (CBMERJ) na Avenida Barão do Rio Branco. A imunização ocorrerá de 8 às 16h e o município conta com 50 mil doses para serem aplicadas. Para se vacinar é preciso ter entre 9 meses a 59 anos, apresentar documento de identidade, no caso de menores de 18 anos levar a caderneta de vacinação e os idosos a liberação médica. A prefeitura espera ampliar a cobertura de vacinados que atualmente é de 60% da população.

 

A Campanha de intensificação da vacina ocorre em todo o Estado e Petrópolis é um dos poucos municípios a ter grande parte da população protegida contra febre amarela, com mais de 194 mil doses aplicadas. Ao contrário das 15 cidades do Rio de Janeiro que terão que fracionar as doses, com proteção por até oito anos, em Petrópolis continuará sendo aplicada a dose única, de 0,5 ml, preconizado pela Organização Mundial da Saúde para proteção para a vida toda contra a doença.

 

“Estamos reforçando a campanha que iniciamos no ano passado onde realizamos um cinturão de imunização nas áreas verdes e rurais e conseguimos garantir que 60% de toda nossa população estejam protegidas contra a Febre Amarela. A vacina em Petrópolis garante a proteção para vida toda, não é fracionada e estamos trabalhando para levar as doses às áreas de difícil acesso em novas ações volantes que estamos programando”, afirma o prefeito, Bernardo Rossi (MDB).

 

O secretário de Saúde, Silmar Fortes, reforça que o município não deixará de oferecer as vacinas após a campanha de hoje. As ofertas das doses estão ocorrendo como forma de rotineira diariamente em 15 unidades de Saúde.

 

“Não temos nenhum petropolitano contaminado por Febre Amarela e queremos manter esses índices. Para isso, a população precisa se vacinar. O município vem disponibilizando as doses como forma de rotina em 15 unidades de saúde, então quem não conseguir participar do dia D, pode se vacinar durante a semana com tranquilidade”, anuncia Silmar Fortes.

 

Em casos de viagens para áreas com circulação de vírus confirmada, a Secretaria de Saúde orienta que a população tome a vacina com até 10 dias de antecedência do embarque para garantir a proteção contra a doença. A Vigilância em Saúde recomenda ainda que, caso a pessoa visite alguma área de risco fazendo alguma trilha ou incursão na mata, por exemplo, faça uso de repelentes por até 10 dias após a aplicação da vacina – tempo necessário para a imunização fazer efeito no organismo.

  

“Devem se vacinar crianças a partir de nove meses a adultos com até 59 anos. A imunização é contraindicada para gestantes, pessoas com o sistema imunológico debilitado e pessoas alérgicas à gema de ovo. Os idosos devem ser vacinados apenas com a liberação de um médico”, frisa Elisabeth Wildberger, diretora da Vigilância em Saúde. 

 

 

Tire as suas dúvidas sobre a Febre Amarela:

 

Quais são os principais sintomas?

Os sinais e sintomas mais comuns da doença são: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos que duram, em média, três dias. Nas formas mais graves da doença, podem ocorrer icterícia (olhos e pele amarelados), problemas no fígado e nos rins, hemorragia e cansaço intenso.

 

Como a doença é transmitida?

A febre amarela silvestre é transmitida através da picada de mosquitos Haemagogus e Sabethes, que vivem em áreas de matas fechadas.

 

Os macacos representam algum risco para a população?

Não. Os macacos não são responsáveis pela transmissão da febre amarela. A doença é transmitida através da picada de mosquitos.

 

O que devo fazer se encontrar macacos mortos em alguma região?

A população não deve manipular o animal e acionar a Vigilância Ambiental. A orientação é para que a pessoa tente preservar ou proteger o local onde ele foi encontrado para não comprometer a análise do material. O telefone para solicitar o recolhimento do animal é: (24) 2231-0841.

 

Em que época do ano a doença é registrada com mais frequência?

Entre os meses de dezembro a maio. Esta é a estação das chuvas, quando há aumento das populações de mosquitos, favorecendo a circulação do vírus.

 

Quanto tempo leva para que a doença se tornar aparente?

De três a seis dias após ter sido infectada, a pessoa apresenta os sintomas iniciais.

 

O que você deve fazer se apresentar os sintomas?

Depois de identificar alguns destes sintomas, procure um médico na unidade de saúde mais próxima e informe sobre qualquer viagem para áreas de risco nos 15 dias anteriores ao início dos sintomas. Informe também se você tomou a vacina contra a febre amarela e a data.

 

Em Petrópolis há doses fracionadas?

Não. No município está sendo aplicada a dose única. Ou seja: quem toma a vacina está imunizado pelo resto da vida.

 

Quem se vacinou há mais de 10 anos tem que tomar outra dose?

Não é necessário se vacinar novamente.

 

Qual é a orientação para quem perdeu o cartão de vacinação e não tem conhecimento da própria situação vacinal?

 

A recomendação é que a pessoa procure o serviço de saúde que costuma frequentar para tentar resgatar seu histórico. Caso isso não seja possível, a pessoa deve iniciar o esquema vacinal normalmente.

 

Lista dos postos de Saúde e demais locais de vacinação:

*Dia D de Vacinação

Atendimento de 8h às 16h

 

- Centro de Saúde Coletiva - Rua Santos Dumont, S/Nº

- PSF Alto da Serra - Rua Teresa, 2.024 (Praça Miguel Couto)

- PSF São Sebastião - Rua São Sebastião nº 625

- UBS Alto Independência - Rua Ângelo João Brand s/n

- UBS Quitandinha - Rua General Rondon nº 400

 

- UBS Retiro - Av. Barão do Rio Branco s/n

- Ambulatório Escola – Rua Hívio Naliato nº 169 

- UBS Itamarati - Rua Bernardo Proença nº 32

- Hospital Alcides Carneiro - Rua Vigário Corrêa, 1.345

- UBS Morin - Rua Pedro Ivo, nº 81 – Morin

- UBS Itaipava - Estrada Philúvio Cerqueira Rodrigues s/n

- UBS Pedro do Rio - Estrada União e Indústria s/n

- PSF Posse - Estrada União de Indústria nº 33.530

- Coordenação Epidemiologia - Hospital Municipal Nelson de Sá Earp - Rua Paulino Afonso, 455

- UBS Mosela - Rua Mosela nº 744

- PSF Caxambu - Estr. José de Almeida Amado, S/N.º 

- PSF Batallard - Rua E nº 35 – Parque Residencial Mosela

- PSF Brejal - Estrada do Brejal Km 06 Posse

- PSF Secretário - Rua Visconde de São Bernardes nº 320

-PSF Amazonas - Rua Alagoas s/n

-UBS Araras - Estrada Bernardo Coutinho nº 3.435

- PSF Vale das Videiras - Estrada Almirante Paulo Martins Meira nº 8.201

-PSF Boa Esperança -  Estrada Ministro Salgado Filho s/n

-PSF Fazenda Inglesa - Estrada da Fazenda Inglesa s/n

-PSF Comunidade São João Batista - Rua Luiz Winter,Nº 560, Duarte da Silveira

-PSF Boa Esperança - Estrada Ministro Salgado Filho s/n

- PSF Bonfim - Estrada do Bonfim, s/n.

- PSF Moinho Preto - Rua João Xavier, nº 2.109.

- Corpo de Bombeiros - Av. Barão do Rio Branco 1957

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino