Justiça proíbe ida de Garotinho a reunião da Frente Popular de Campos

O ex-governador Anthony Garotinho, presidente regional do PR, lamentou  não ter podido ir a reunião da Frente Popular de Campos que aconteceu na quinta-feira (11), no Clube Rio Branco, Centro da cidade do norte fluminense onde foi prefeito por duas vezes

 

                                                                                                                        foto internet

 Em mensagem aos seus correligionários, Garotinho disse que gostaria de ter estado no encontro.

 

“Embora o Juiz Ralph Manhães tenha dado uma decisão com a qual não concordo, decisões judiciais devem ser cumpridas, mesmo as mais absurdas, para serem enfrentadas juridicamente nos tribunais superiores.  A decisão dele praticamente me impediu de estar com vocês e na minha visão será revertida, pois representa uma desobediência a uma corte Superior, mas não incentivo descumprimento de decisão judicial por mais absurda que seja.  Vamos continuar confiando na verdade, no bem, na justiça dos justos e Naquele que é o verdadeiro juiz de nossas vidas”, explicou o ex-governador. 

 

Garotinho foi condenado a quase 10 anos de prisão por crime eleitoral, foi preso e solto graças a habeas corpus.  Ele aguarda o julgamento do recurso em liberdade, mas com restrições.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino