Duplo comando em Maricá I

foto Agência GBNEWS

Prefeito Fabiano Horta e seu fiel super secretário Renato Machado que aniversariou nesta quinta-feira

O super secretário Renato Machado (PODEMOS ex-PTN) garante que não será candidato a nada nas eleições de outubro. Vai continuar comandando as secretarias Geral de Governo e de Obras de Maricá. Com isso, põe fim as especulações de que o ex-secretário de Trabalho e atual assessor especial de Fabiano Horta (PT), Paulo Fatigati assumirá o comando da Secretaria de Obras, onde Machado vem dinamizando o serviço em todo o município nos últimos meses. Na manhã de hoje (12), por exemplo, acompanhou de perto as obras que estão dando cara nova ao bairro São Bento da Lagoa e a demolição da antiga sede do DPO da PM no centro comercial do Barroco, em Itaipuaçu.


Duplo comando em Maricá II


Sabe-se que nas próximas eleições municipais em 2020, muita gente vai disputar a posição de vice na chapa do prefeito Fabiano Horta (PT) que tentará a reeleição. Estão na fila: a deputada estadual Rosângela Zeidan, o presidente da Câmara de Vereadores Aldair de Linda (ambos petistas), o super secretário Renato Machado (até agora o mais cotado) entre outros. Segundo murmurinhos, reeleito, dois anos depois Horta tentaria retornar à Câmara Federal de onde saiu para assumir a prefeitura. Se isso ocorrer, o vice passaria a comandar a cidade em definitivo, pelo menos por mais dois anos.


Corrupção


O Ministério Público Federal vai apresentar uma tese mostrando que o presidente da ALERJ, Jorge Picciani está no mesmo nível de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral, condenado a mais de 80 anos de prisão e ainda respondendo a outros 20 processos. A defesa do deputado estadual, que está preso desde novembro, sustentará que essa comparação não procede. Vai argumentar que Cabral responde a um montão de processo e que Picciani nem tanto.


Anitta carnavale$$ca

A cantora pop do subúrbio do Rio que vem sendo a estrela de grandes eventos com transmissões ao vivo para todo o mundo, vai ficar na ponte aérea no período de carnaval. Anitta está alugando um mansão em Salvador, Bahia, para abrigar amigos e familiares. Ela vai puxar o Bloco das Poderosas no circuito Barra-Ondina, no dia 8 do mês que vem, vai dividir o posto de Musa do camarote N1 da Marques de Sapucaí com a apresentadora de tv e rainha da Vila Isabel, Sabrina Sato e talvez seja uma das atrações do carnaval de Maricá.


De olho na obra

O prefeito atuante de Petrópolis Bernardo Rossi (MDB) foi ver de perto o início da obra emergencial para recuperação da Ponte Fontes. Parte do muro caiu com a chuva do dia 3 e funcionários da Secretaria de Obras colocaram uma proteção em madeira para o serviço de retirada de escombros, construção do muro etc. A Defesa Civil isolou a área.


Prefeito na DF


Finalmente o prefeito de Cabo frio Marquinhos Mendes (MDB) prestou depoimento na sede da Polícia Federal de Macaé. Durante duas horas falou sobre os contratos irregulares com empresas terceirizadas na Comsercaf. Ele disse que foi um “bate-papo” tranquilo e que esclareceu o suposto desvio de R$60 milhões na autarquia. Se convenceu é outro papo, não é mesmo?


Aleluia, aleluia


O governo incompetente de Luiz Fernando pezão (MDB) garante que pagará os salários de dezembro dos seus servidores na próxima segunda-feira (15). Torcemos para que isso aconteça e que não seja mais uma pegadinha de mau gosto do amigo dos presidiários Sergio Cabral, Jorge Picciani, Paulo Mello, Sergio Cortes, Wilson Carlos, Edson Albertassi, Hudson Braga e outros quadrilheiros.


Renúncia


Por falar nos presos da cadeia vip de Benfica, deputados aliados torcem para que Jorge Picciani renuncie à presidência da Assembleia Legislativa. Segundo eles, a Casa tem que sair das páginas policiais. É fácil de resolver isso: se não renunciar, os nobres parlamentares cassam os mandatos dos deputados presos, embora muitos estejam devendo favores políticos aos acusados de corrupção, formação de quadrilha e outras coisitas mais.