Juizado do Torcedor, do TJ, expulsou 500 brigões dos estádios em 2017

Levantamento do Juizado Especial do Torcedor e Grandes Eventos do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro revela que no ano de 2017 mais de 500 torcedores de Botafogo, Flamengo, Fluminense, Vasco, Macaé e Corinthians foram afastados por decisões judiciais em processos por práticas de violência, associação criminosa, injúria racial e descumprimentos de medidas judiciais, entre outras penalidades. As torcidas organizadas Jovem Fla, Força Jovem do Vasco, Fúria Jovem do Botafogo e as corintianas Gaviões da Fiel, Coringão Chopp, Camisa 12 e Torcida Pavilhão Nove também estão impedidas de ingressar nos estádios

Desde 2003, o Juizado Especial do Torcedor atua nos estádios do Rio para garantir a segurança e o conforto dos torcedores nas partidas. O desembargador Mauro Martins, que coordena a Comissão Judiciária de Articulação dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais em Eventos Esportivos, Culturais e Grandes Eventos, afirma que permanentemente o Juizado tem discutido soluções de paz com os clubes, instituições e outros órgãos públicos e que a atuação do Poder Judiciário tem atraído, de forma gradual, torcedores que querem apenas fazer festa e torcer por seus times nos estádios.