Empresa Foco Segurança não paga salários de novembro e 13º

03.01.2018

O ano de 2018 já começa com trabalhador sem salários e sem o 13º. Cerca de 50 vigilantes da empresa Foco Segurança, com sede em Niterói, passaram as festas de fim de ano sem nenhum centavo no bolso. O Sindicato dos Vigilantes de Niterói, São Gonçalo e região (SVNIT) afirma que as cobranças à empresa vêm sendo feitas desde antes do Natal, porém sem sucesso

 A maioria dos trabalhadores presta serviços ao Hospital Estadual Tavares de Macedo, em Itaboraí, e ameaçam paralisar as atividades o que pode comprometer a segurança na unidade.

 

O SVNIT afirma que vai encaminhar denúncia ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) contra a empresa Foco e também o contratante.

 

“Vamos também protocolar denúncia no Ministério Público do Trabalho (MPT), pois o que a empresa está fazendo é trabalho semiescravo. O que mais nos revolta é o descaso e a falta de satisfação da empresa em pelo menos retornar as ligações do Sindicato”, afirma Cláudio Vigilante, presidente do SVNIT.

 

O primeiro contato com a empresa foi realizado pelo SVNIT antes do Natal e não obteve nenhuma resposta. Antes da virada do ano, foi feito um novo contato, mais uma vez sem sucesso.

 

De acordo com o Sindicato, a diretoria está monitorando se a empresa irá praticar qualquer tipo de punição aos vigilantes que faltarem ao serviço, já que os trabalhadores necessitam de dinheiro para deslocamento e alimentação.

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino