Radares da Ponte Rio-Niterói podem multar a partir de janeiro

25.12.2017

Encargos das postagens das multas devem ser incluídos

 no reajuste anual que vai acontecer em 1º de julho de 2018

A Ecoponte, concessionária que administra a Ponte Rio-Niterói, anunciou que o convênio com os Correios, para emissão das multas por excesso de velocidade registrado pelos radares fixos da via, já foi assinado, entrando em vigor em janeiro de 2018. Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o custeio pelo encaminhamento das autuações vai refletir em um aumento na tarifa do pedágio, cujo valor ainda não foi definido, previsto para ser reajustado no dia 1º de julho de 2018. O limite de velocidade da ponte, que é de 80 km/h, será monitorado por oito radares fixos, sendo quatro em cada sentido da via.

 

“Por questões educativas, não podemos confirmar quando os radares entrarão em operação, mas lembramos aos motoristas que é essencial para a segurança viária que sejam obedecidas todas as regras de trânsito, principalmente os limites máximos de velocidade das vias(...) Por se tratar de tema que ainda passará por análise da Agência, não é possível comentar valores e motivos de alteração”, disse a ANTT, por nota.

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino