Destinos do interior fluminense na rota do turismo

Os atrativos turísticos do estado do Rio de Janeiro já estão em evidência no terminal de desembarque do Píer Mauá. Profissionais da diretoria de Marketing da Setur-RJ/TurisRio estarão, em dias de chegada de navios, no balcão que recepciona os turistas. No local, será entregue o guia Rio+3, principal material promocional do Estado, que apresenta roteiros de destinos localizados a até três horas de distância da Capital

 Segundo Nilo Sergio Felix, secretário de estado de Turismo do Rio de Janeiro, a parceria, acertada com os representantes do Píer Mauá, visa mostrar aos visitantes que o interior do Estado tem cidades a poucos quilômetros com atrativos únicos.

 

- A temporada de cruzeiros 2017/2018 trará mais de 380 mil turistas, em 25 navios, que farão 94 atracações. Nosso objetivo é levar esse público, que movimenta a economia da cidade, para o interior a fim de criar um fluxo constante de turistas para esses municípios. O estado do Rio de Janeiro oferece atrações para todos os gostos, com destinos que agradam tanto os apreciadores do litoral, como, também, aqueles que preferem a serra.

 

Angra e Cabo Frio

 

As cidades, por sua vez, já estão se preparando para a alta temporada, como é o caso de Angra dos Reis. O novo presidente da TurisAngra, Marcos Willi, anunciou a reforma geral do Centro de Informações Turísticas de Angra, onde os turistas podem obter, pessoalmente ou por telefone, todas as informações sobre os atrativos no continente e na Ilha Grande:

 

 -- Já começamos as obras com pintura, recuperação da iluminação, letreiros e outros serviços. A intenção é proporcionar todo o conforto e informações para os turistas que vêm nos visitar – explicou Willi.

 

Em Cabo Frio, contudo, moradores, comerciantes e hoteleiros lutam para que  Prefeitura da cidade recupere as vias de acesso ao Peró, um dos principais destinos do litoral fluminense. Por falta de manutenção, as Avenidas Marlin e dos Pescadores estão com buracos enormes na pista. Os operadores de turismo deixaram de colocar as praias das Conchas e do Peró, além da Ilha do Japonês, no circuito de passeios por causa da falta de mobilidade.

 

Como forma de protesto, a comunidade mandou fazer círculos brancos em torno dos buracos, que já quebraram vários carros. Estão programando uma manifestação para o local entre o Natal e o Ano Novo caso a secretaria de Obras não faça o recapeamento das vias.

 

 

o de passeios por causa da falta de mobilidade,

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino