Justiça decreta prisão de Jorge Picciani, Paulo Mello e Edson Albertassi

A Polícia Federal está nas ruas para cumprir os mandados de prisão do presidente da ALERJ, Jorge Picciani, do ex-presidente da Assembleia Legislativa, Paulo Mello e do líder do governo Edson Albertassi, todos do PMDB.

 

Os cinco desembargadores do 2º Tribunal Regional  Federal (TRF) decidiram por unanimidade decretar a prisão preventiva dos deputados que são investigados na operação Cadeia Velha, sobre pagamento de propinas na área de transportes. Já estão presos, Jacob Barata Filho, um dos maiores empresários de empresas de ônibus do estado e Lélis Teixeira, ex-presidente da Fetranspor.

 

Nesta Operação Cadeia Velha,  desmembramento da Operação Lava Jato no Rio, também foi preso nessa semana, o empresário Felipe Picciani, acusado de lavagem de dinheiro. Ele estava numa das fazendas da família Picciani em Uberlândia, Minas Gerais.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino