Tubarões de Cabo Frio: 25 anos de história


Os Tubarões de Cabo Frio se reúnem semanalmente e promovem um encontro festivo por mês.


Tudo começou em 1992. Com uma paixão em comum, a motocicleta, grupos de jovens residentes na Região dos Lagos, no Rio, viajavam para várias partes do Brasil de forma independente. Num dos encontros, resolveram criar um moto clube. Surgia então o Moto Clube Tubarões, com sede em Cabo Frio, cidade fluminense que possui praias paradisíacas procuradas por turistas de todo o mundo.


A logomarca foi inspirada no caça P-40, das décadas de 30 e 40, que atuou na Segunda Guerra Mundial, em cujo bico era desenhado a boca de um tubarão. Com regras rígidas para ingresso no grupo, uma sede que conserva toda a história e 30 integrantes, o Moto Clube Tubarões comemora 25 anos de fundação na tarde-noite do dia 18 no Espaço Container, no Braga, em Cabo Frio.

-- Me orgulho de participar do grupo que fundou os Tubarões, pioneiro na realização de eventos na Região dos Lagos e com uma rica história que está toda documentada na nossa sede. Um pioneirismo que merece ser comemorado e respeitado – comenta o comerciante Augusto Aquino, que preside os Tubarões há 18 anos e que tem uma sala especial para expor os troféus do moto clube.


José Antonio Polino, presidente da Associação Brasileira de Motociclistas (ABRAM), com sede em São Paulo, afirmou que o Moto Clube Tubarões é um exemplo para outros clubes brasileiros. Disse que já esteve com os motociclistas de Cabo Frio em várias partes do Brasil, inclusive no Nordeste.


-- Com tantos anos de estrada, os Tubarões ganharam o respeito do motociclismo nacional. O evento anual do clube é esperado por todos. É um evento bonito organizado por motociclistas que sabem respeitar seus irmãos e o público, além de promoverem a bela Cabo Frio. É um dos maiores eventos do Brasil – declarou o líder nacional do motociclismo.


A festa de 25 anos dos Tubarões vai contar com shows de três bandas e participação de representantes de moto clubes de todo o Brasil. O clube ganhou projeção nacional por promover grandes eventos em Cabo Frio, sempre com a presença de milhares de visitantes que movimentam a economia local, principalmente nas áreas de hotelaria e gastronomia. Os integrantes se reúnem todas as quintas-feiras na sede e fazem uma reunião festiva mensal.

-- Os Tubarões têm uma história reconhecida no motociclismo brasileiro. É uma tradição que tem que ser respeitada pelas autoridades e pelos motociclistas que verdadeiramente integram a nossa grande irmandade – enfatizou o presidente da Associação dos Motociclistas do Estado do Rio (AMO-RJ), Aloísio Braz.

Leandro Carlos Cardoso, gerente de logística, está há 20 anos como integrantes dos Tubarões. Ele conta que não consegue imaginar o clube sem o comando de Augusto Aquino: “ele tem um carisma fantástico; nunca faltou a uma reunião semanal do clube desde que assumiu a presidência”. Leandro afirma que não é lenda a história segundo a qual os Tubarões escolhem a data dos seus eventos com base na lua cheia:


-- Depois de três anos consecutivos de eventos sob chuva, um integrante sugeriu que observássemos a data da lua cheia para marcar os futuros eventos. Fizemos isso e até hoje deu certo – conta.


Os eventos dos Tubarões também ficaram reconhecidos por revelarem bandas que fizeram ou fazem sucesso no circuito moto ciclístico nacional. É o caso da Faixa Etária, que se apresenta há 12 anos consecutivos nos eventos de Cabo Frio:


-- O encontro dos Tubarões sempre é aguardado com grande expectativa. É nele que sempre lançamos um novo repertório, um novo efeito especial. Afinal, são 12 anos de parceria com esta turma bacana dos Tubarões – conta o baterista Fabrício Araújo, da Faixa Etária (foto), banda "afilhada" dos Tubarões e confirmada no 22º Tubarões Bikerfest, em julho de 2018.