Vereadores de Maricá criticam Imprensa, Cedae e Secretaria de Esportes

A sessão ordinária da manhã  desta segunda-feira (13) da Câmara Municipal de Maricá, foi palco de uma série de ataques a atuação da CEDAE, da Secretaria Municipal de Esportes e também da forma como vem sendo feitas críticas a parlamentar por um veículo de comunicação da cidade 

 

                                                                                                                                                  fotos GBNEWS

 Chiquinho recebe diariamente reclamações de contribuintes sobre o abastecimento  de água em Maricá

 

O líder do PP e vereador mais votado da cidade, Chiquinho, vai dar entrada com pedido de instalação de uma CPI para investigar a atuação da CEDAE no município. Segundo ele, o abastecimento de água é precário e o contribuinte ao solicitar um caminhão pipa tem como resposta que o atendimento só poderá ser feito em abril de 2018.

 

“A falta d’água em Maricá é uma  constante. Está na hora de acabar com o descaso dessa empresa do governo estadual. Vamos instalar uma Comissão Parlamentar de Inquérito”, disse Chiquinho que recebeu apoio dos demais 16 parlamentares.

 

 O futuro de atletas maricaenses também foi discutido em plenário. Vereadores oposicionistas e governistas foram unânimes em afirmar que a Secretaria Municipal de Esportes deveria ter uma atuação mais firme e apoiar jovens atletas que estão se destacando em competições nacionais e internacionais.

 

“Os atletas de Maricá como não contam com apoio da prefeitura são obrigados a fazer “vaquinhas” para poder custear passagens, diárias e até treinamentos”, disse o governista democrata Ismael Breve (foto).

 

O parlamentar acrescentou que já pediu ao secretário de Esporte  (vereador licenciado Felipe Bittencourt – PMDB) para dar incentivos aos atletas maricaenses que estão levantando a bandeira do município no alto do pódio em diversas competições. Ismael Breve recebe sempre como resposta que a máquina pública é lenta devido a “burocracia”. A maioria dos vereadores presentes apoiou a reivindicação do democrata.

 

Ainda na sessão que foi marcada por críticas, o vereador democrata Felipe Poubel revelou que vem sofrendo críticas pessoais de um “jornaleco” local que, inclusive, faz ataques a sua família.

 

“Pode me criticar como vereador, mas não admito ataques pessoais a minha família”, disse Poubel (foto) que vai preparar uma moção de repúdio ao plenário da Câmara de Maricá contra esse tal jornal.

 

Interpelado pelo diretor responsável do GBNEWS, Gilson Barcellos, porque não citava o nome do jornal, já que estaria generalizando, o vereador Felipe Poubel falou que não ia dar crédito.

 

O presidente da Casa, Aldair de Linda (PT), pediu que a plateia não se manifestasse, mas o jornalista insistiu em saber o nome do jornal digital  e o profissional de imprensa autor da matéria que fazia ataques pessoais a família de Poubel. Não houve resposta.

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino