Macaé: unidades comunitárias dos Correios serão reabertas nesta segunda

Unidades funcionarão na região serrana da cidade,

nas localidades de Córrego do Ouro, Glicério e Sana

foto Rui Porto Filho/PMM

Equipe recebeu treinamento, prático e teórico na agência central dos Correios em Macaé


Através de parceria entre a Prefeitura de Macaé, no Norte Fluminense, e os Correios, três unidades comunitárias que atendem a região serrana da cidade, nas localidades de Córrego do Ouro, Glicério e Sana, serão reabertas nesta segunda-feira (13).


A equipe que assumirá as ações recebeu treinamento, prático e teórico, nesta sexta-feira (10), na agência central dos Correios em Macaé. O objetivo é facilitar a entrega de cartas e objetos, cerca de cinco mil por semana, em locais de difícil acesso, por meio do convênio com o Governo Federal.


De acordo com o coordenador dos Correios Comunitários, Jorge Paes, a equipe é formada por sete funcionários. Dois agentes vão atuar na unidade de Glicério, que também vai atender os moradores do Frade. A agência de Córrego do Ouro vai abranger Areia Branca, Trapiche, Bicuda Grande e Bicuda Pequena e vai contar com três agentes. O distrito do Sana vai contar com dois colaboradores.


"A expectativa é reabrir, posteriormente, os postos do Frade, Trapiche e Areia Branca e facilitar, ainda mais, a logística dos moradores da região serrana", disse.


O coordenador dos Correios em Macaé, Rogério Mendonça, também destacou a importância da parceria com a prefeitura para atender os moradores dessas localidades. "A entrega de encomendas e procedimentos para lançamentos e consultas dos objetos na planilha eletrônica foram alguns dos temas abordados durante o treinamento", informou.


O prazo de entrega das correspondências varia entre 7 e 21 dias. As cartas simples são entregues pelos agentes. Já as registradas, os moradores recebem o aviso de chegada e a retirada é obrigatória no posto de atendimento, com documento de identificação.


Os postos não emitem cartas, só recebem itens para entrega aos moradores por carteiros ou quando os próprios cidadãos dirigem-se às agências. O atendimento vai ser realizado de segunda a sexta-feira, de 9h às 17h.