Mortandade de peixes na Lagoa de Maricá mobiliza prefeitura e Inea

06.10.2017

As causas da mortandade de peixes na Lagoa de Maricá, nos bairros de São José do Imbassai e Boqueirão ainda são desconhecidas. A Secretaria de Cidade Sustentável está monitorando o local e encaminhou ofício para o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), solicitando a presença de representantes do órgão para a realização de estudos com analise da água da região para  avaliar a causa do dano ambiental

 

                                                                                       Fotos: Clarildo Menezes

Segundo o secretário da pasta, Helter Ferreira (vereador petista licenciado), ainda é cedo para emitir um parecer sobre o que provocou a mortandade de peixes na lagoa.

 

“Nós ainda não temos nenhum indício que permita apontar a causa ou as causas para essa mortandade de peixes”, afirmou Helter. “O Inea, que é o órgão competente,  foi acionado e por isso é necessário aguardar as  analises, pois devemos ter a consciência de que esse fenômeno já vem acontecendo há alguns anos”, completou.

 

A prefeitura vai estudar medidas que permitam algum tipo de amparo aos pescadores que estão sendo impedidos de trabalhar.

 

Pescador há mais de 30 anos, Genival Pedro dos Santos, morador de São José do Imbassí, confirmou que a mortandade de peixes é reincidente e vem ocorrendo todos os anos, mas que se surpreendeu, pois foi a primeira vez que esse fenômeno aconteceu no mês de outubro.

 

 “Todo ano isso acontece, mas normalmente nos meses de janeiro e fevereiro. Em outubro é a primeira vez”, afirmou Genival. De acordo com a sua experiência o pescador suspeita que a morte dos peixes é consequência da qualidade da água devido a ausência de chuva, que já dura 27 dias.

 

O secretário de Conservação,  Adelso Pereira, tranquiliza a população, afirma que os peixes mortos estão sendo  recolhidos para evitar qualquer prejuízo ao meio ambiente.

 

“É triste ver isso acontecendo até porque, segundo os pescadores  não é comum nesta época do ano”, afirmou Adelso.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino