Niterói e arredores ganham maior complexo de saúde do Estado

As Unidades IV e V do CHN (Complexo Hospitalar de Niterói) já estão em pleno funcionamento desde o dia 1º deste mês. Os prédios foram inaugurados no dia 27 de setembro, quando cerca de 400 pessoas prestigiaram o evento de lançamento, entre médicos expoentes do estado do Rio e de São Paulo, políticos, diretores de hospitais, operadoras de saúde e outras autoridades

 

                                                                                                                         Fotos: divulgação

Foram mais de R$ 100 milhões investidos na saúde privada do Rio de Janeiro. A cifra veio do aporte feito pelo CHN (Complexo Hospitalar de Niterói), que, com a inauguração das Unidades IV e V, se torna o maior complexo de saúde do estado, com uma área de 34 mil metros quadrados, localizado na Rua Marquês de Olinda, 29, onde ocupa um quarteirão inteiro no Centro de Niterói. Com a expansão, o hospital dobrou de tamanho, disponibilizando 71 novos leitos, novas unidades de terapia intensiva (UTIs) – cardiológicas e pediátricas –, seis serviços de emergência especializados e o mais moderno serviço de imagem e diagnóstico da região Norte-Leste Fluminense.

 

“Nada disso que estamos vivendo aqui hoje seria possível se não fosse o envolvimento, o talento e a dedicação de nossos funcionários. Erguer prédios qualquer um pode fazer, porém, só unindo forças que damos sentido ao significado de ‘edificar’. Juntos nos elevamos ainda mais em direção ao aperfeiçoamento, à excelência assistencial. Nosso diferencial é investir cada vez mais no capital humano, na vocação de cuidar, de promover saúde e de gerar bem-estar ao paciente, nossa razão de existir”, enfatizou, durante seu discurso, a Dra. Ilza Boeira Fellows, diretora-geral do CHN (foto).

 

O CHN tem uma história de pioneirismo e vanguarda. Uma prova disso é estar na contramão da crise que assola o país, razão pela qual empresas estão fechando as portas e reduzindo o quadro de pessoal, por exemplo. Em contrapartida, o hospital ampliou, cresceu e gerou centenas de novas frentes de trabalho.

 

Além de expandir e gerar novos postos de trabalho, o hospital inovou, criando um conceito pioneiro no país: o Complexo de Emergências. Com 2.200 metros quadrados exclusivos para o Serviço de Emergência, o CHN concentra seis serviços de emergência especializados: cardiologia; traumatologia; obstetrícia; atendimento adulto e infantil e ortopedia. De acordo com Ilza Boeira Fellows, com a implementação, o hospital atinge um patamar para atendimento integral ao paciente emergencial. 

 

 

“O CHN vem revolucionar o atendimento de emergência no estado do Rio de Janeiro, com um modelo que cria centros de referência para casos urgentes em diversas especialidades. Com a ampliação, nos tornamos a emergência mais completa do setor privado no estado do Rio de Janeiro, em um momento em que a procura por médicos especialistas de plantão tem sido um critério decisivo na hora de escolher a qual hospital recorrer”, enfatiza Fellows.

 

A diretora do CHN ainda reforça que um dos principais benefícios da expansão é a ampliação da capacidade de atendimento, com serviços especializados. “Com o Complexo de Emergências, nossa capacidade vai passar de 10 para 20 mil casos por mês. Já o número de leitos, que hoje somam 257, vai para 328, com potencial para chegar a mais de 400 leitos quando o projeto de expansão for concluído”, explica. 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino