No Peró, união consegue manter programa para a melhor idade

Uma aula de cidadania, no paraíso. Moradores e veranistas do Peró, em Cabo Frio, se uniram para impedir que um programa voltado para a saúde e a qualidade de vida chegasse ao fim. Eles se cotizaram, fizeram uma espécie de cooperativa e conseguiram manter as aulas de ginástica que a professora de Educação Física Patrícia Ângelo comanda há anos na orla da Praia do Peró, com caminhadas até a Praia das Conchas na sexta-feira

 

                                                                                                               Fotos: divulgação

A rotina diária dos alunos, em sua maioria idosos, foi suspensa no ano passado, quando a prefeitura suspendeu o pagamento dos professores que comandavam as aulas de ginástica em praças de Cabo Frio. Os pedidos para restabelecimento do programa voltado para a chamada melhor idade foram em vão. A prefeitura alegou falta de recursos.

 

-- Este programa vem desde 2009 e não podia acabar. O pessoal se uniu, formou uma cooperativa e conseguiu manter o trabalho da professora Patrícia, que é muito querida por todos. Ela faz um ótimo trabalho voltado para a qualidade de vida. A boa notícia é que o número de alunos aumentou de 40 para 90 e o verão nem chegou. Cada dia chega um aluno novo  – comentou a aluna Daise Corrêa, de 62 anos.

 

As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, das 8 às 9h, no calçadão do Peró.  Quando venta forte, as aulas vão para a Praça do Moinho, que foi desfigurada pela prefeitura e está abandonada.

 

-- Certa vez tentamos transferir as aulas do calçadão para um galpão, mas os alunos não aceitaram. Eles não abrem mão de fazer as aulas admirando esta paisagem incrível da Praia do Peró – disse Patrícia Ângelo, que é professora de Educação Física e de Natação.

 

Além da ginástica de solo e caminhadas, o grupo participa de ações na praia, como a retirada de micro lixo, voltadas para a candidatura do Peró à Bandeira Azul, título internacional de qualidade de praias.

 

-- Sou muito agradecida aos alunos. Eles são fantásticos. Fora das aulas, promovemos festas de aniversário e outras atividades num ambiente de muita descontração e onde não se fala em crise. Formamos uma grande família aqui no Peró – comemora Patrícia.

 

 

Com apoio apenas de empresas, como a Forte Farma, os alunos se cotizam para servir o café da manhã e buscam apoio para encontrar um local onde possam guardar o material que usam nas aulas. Qualquer apoio pode ser oferecido através do telefone 22-988583485.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino