Niterói tem superávit orçamentário de 192,06%

29.09.2017

A crise econômica está  colocando em xeque a competência dos gestores públicos. Até agora, além do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), dezenas de prefeitos fluminenses estão mostrando incompetência, atrasando salários e o pagamento dos fornecedores. Isso tudo sem investir na saúde, educação, habitação, meio ambiente  etc. Em alguns municípios o cenário é bem diferente, como em Niterói

 Niterói é um exemplo de desenvolvimento no Estado do Rio apesar da crise econômica

 

Niterói encerrou o segundo quadrimestre de 2017 com superávit orçamentário de R$ 347.689.008, ou seja, 192,06% superior ao do mesmo período de 2016. Os dados são dos Relatórios Fiscais apresentados em audiência pública nesta sexta-feira (29), na Câmara de Vereadores.

O secretário municipal de Fazenda, Pablo Villarim, explicou que o governo municipal iniciou o exercício com orçamento previsto de R$ 2.345.507.811 para a receita e de igual valor para as despesas. Entretanto, encerrou o segundo quadrimestre com superávit devido a política de redução de despesas e da ampliação da arrecadação, sem aumento de impostos.

Durante a sessão, Villarim destacou os esforços realizados pela Fazenda municipal em fortalecer a área de tributação e fiscalização e os investimentos em sistemas e novas tecnologias a fim de explorar o potencial de geração de receitas próprias, reduzir iniquidades fiscais existentes e ampliar a base efetiva de contribuintes.

“Apesar da crise, os demonstrativos aqui apresentados evidenciam que Niterói está com as finanças equilibradas, pois cumpre os limites para gastos com pessoal e dívida pública. Seguiremos com o trabalho de fortalecimento das receitas próprias, atentos, humildes e austeros”, disse.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino