TCE: aposentadoria de Jonas Lopes é publicada no Diário Oficial

Principal delator do esquema de propina no Tribunal de Contas

do Estado e ex-presidente, embolsará mais de R$ 49 mil por mês

Jonas Lopes e o filho sempre estiveram próximos ao poder estadual

A presidente do Tribunal de Contas do Estado Marianna Montebello Willeman publicou nesta quinta-feira (28/9), no Diário Oficial do Estado, a aposentadoria do principal delator do esquema de propina na Côrte e ex-presidente Jonas Lopes. Enquanto não quita seus problemas com a Justiça, Lopes embolsará R$ 49.559,56 por mês, direto dos cofres públicos. Mariana sucumbiu a negativa do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) de assinar a aposentadoria do réu confesso por corrupção.


A presidente do TCE dissolveu o gabinete de Lopes, com a demissão de todos os cargos comissionados e devolveu funcionários cedidos.


Efeitos


Aposentado, Jonas Lopes perde o foro privilegiado por prerrogativa de função. Acusado dos crimes de corrupção, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e associação criminosa no Superior Tribunal de Justiça (STJ), ele passa a responder na primeira instância.


Indicação


O advogado Jonas Lopes foi indicado para o Conselho do TCE pelo então governador Anthony Garotinho (PR), de quem era secretário chefe da Casa Civil. Jonas Lopes foi homem forte de Garotinho, na Prefeitura de Campos dos Goytacazes. Seu filho, Joninhas, também investigado pela polícia, nos últimos anos era um dos advogados do ex-governador.


Os conselheiros denunciados por Jones Lopes foram presos, libertados e por decisão da justiça estão afastados dos gabinetes no Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, mas continuam recebendo seus altos salários.