Operação Vitamina C: Procon interdita três restaurantes em Laranjeiras

Fiscais descartaram mais de 100kg de alimentos impróprios para o consumo

Fotos divulgação/Procon

O Procon Estadual, esteve, nesta segunda-feira (25/09), em restaurantes no bairro de Laranjeiras, Zona Sul do Rio, realizando a primeira ação da Operação Vitamina C. Dos 11 estabelecimentos fiscalizados, três foram interditados e outros sete, autuados. Ao todo, os fiscais descartaram 103kg e 477g de alimentos impróprios para o consumo. O único local vistoriado no qual não foram encontradas irregularidades foi o Balada Mix da Rua das Laranjeiras, 430.


Na Tasca do Edgar (Rua Alice, 31, loja A), a interdição foi motivada por questões de segurança: havia dois cilindros de gás em locais fechados: dentro do banheiro e perto da cozinha. O local poderá ser reaberto somente depois que os cilindros forem retirados por um profissional capacitado e o Procon-RJ for notificado disto. Além disso, o estabelecimento estava sem o certificado do Corpo de Bombeiros e com 12kg e 400g de alimentos impróprios para o consumo.

Já nos restaurantes Severyna (Rua Ipiranga, 54) e IV Centenário (Rua das Laranjeiras, 214), problemas estruturais levaram às interdições. No primeiro estabelecimento, foi encontrada uma barata na cozinha, que ainda tinha o piso quebrado, ralo não sifonado e geladeira enferrujada. O IV Centenário, por sua vez, tinha uma fossa aberta na área de estocagem, em frente a uma câmara frigorífica, coberta apenas por um pedaço de madeira e com forte odor. O lixo estava estocado sem nenhuma separação, perto dos alimentos. Os estabelecimentos só poderão funcionar após a solução destas irregularidades.


Balanço da Operação Vitamina C:


1 - Galeto Laranjeiras (Rua das Laranjeiras, 336, loja A): 381g de filé mignon vencido. Produtos sem especificação da validade: 312g de picanha, 6kg de feijoada cozida porcionada e 919g de lombinho suíno. Ausência do Livro de Reclamações.


2 - IV Centenário (Rua das Laranjeiras, 214): Produtos sem especificação da validade: 4kg e 460g de queijos sem especificação e 2kg e 150g de frios. Ferrugem nas prateleiras das câmaras. Ausências do cartaz que informa a oferta gratuita de água potável filtrada aos clientes e do certificado de potabilidade da água. Na área de estocagem, fossa aberta, coberta apenas por um pedaço de madeira, com forte odor e de frente para uma câmara frigorífica. Teto descascando. Piso quebrado. Fiação exposta. Lixo estocado sem nenhuma separação perto dos alimentos. Estabelecimento interditado.


3 - Tasca do Edgar (Rua Alice, 31, loja A): 1kg de kibe vencido. Produtos sem especificação da validade: 3kg de filé de peixe, 5kg e 300g de rabada cozida e porcionada, 2kg e 100g de frango e 1kg de sardinha. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. Existência de dois cilindros de gás dentro do banheiro próximo à cozinha (local fechado). Interdição do estabelecimento cautelarmente em razão do risco à segurança até a retirada dos mesmos por pessoa capacitada e sanada a irregularidade junto ao Procon.

4 - Severyna (Rua Ipiranga, 54): Produtos sem especificação da validade: 2kg e 600g de carne de sol, 3kg e 500g de galinha ensopada, 1kg e 300g de recheio de camarão, 1kg e 500g de carré, 700g de bacon, 2kg e 800g de arroz cozido e 5kg de feijão cozido. Problemas na cozinha: piso quebrado, ralo não sifonado, geladeira enferrujada e barata encontrada na cozinha. Certificado de dedetização não apresentado. Restaurante interditado.


5 - Fagulha Pizza (Rua conde de Baependi, 62): Produtos vencidos: 900g de goiabada, 2kg de aipim cozido, 7kg e 300g de batata sautèe e 2kg e 500g de carré. Produtos sem especificação da validade: 3kg de salmão, 3kg de recheio de frango e 4kg e 700g de queijos.


6 - Mamma Rosa (Rua das Laranjeiras, 506): Produtos sem especificação da validade: 295g de bolinho de bacalhau, 500g de filé de peixe, 1kg e 140g de camarão, 2kg e 120g de lagarto bovino, 1kg e 150g de queijo parmesão ralado e 2kg e 200g de presunto. Porta e teto da câmara frigorífica com ferrugem. Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.


7 - Churrascaria Gaúcha (Rua das Laranjeiras, 114): Produtos vencidos: 1kg e 800g de bucho, 2kg e 200g de bacalhau desfiado, 8kg de aipim e 1kg de creme de aipim. Produtos sem especificação da validade: 2kg e 700g de queijo provolone, 500g de catupiry e 400g de caneloni.


8 - Melone (Rua das Laranjeiras, 487, loja A): Produtos vencidos: 3kg de presunto e 600g de linguiça calabresa. Produtos sem especificação da validade: 100g de cogumelo fatiado, 200g de pasta de espinafre, 1kg e 500g de estrogonofe de frango, 500g de salsicha e 300g de queijo minas. Ausência do certificado de dedetização. Os fiscais determinaram o reforço imediato na dedetização.


9 - Império da Praça (Rua Senador Correa, 33, loja A): Produtos sem especificação da validade: 700g de molho à campanha, 200g de queijo ralado, 1 litro de creme de leite e 250g de presunto. Ausências dos cartazes do 151, do Livro de Reclamações e do Disque 180 (telefone de denúncias de casos de violência contra a mulher) e dos certificados de potabilidade da água e de dedetização.


10 - Center China (Rua Alice 80): Produtos sem especificação da validade: 800g de recheio de carne de porco, 200g de massa de pastel, 1kg e 700g de muçarela e 1kg de lombo canadense. Lixeira sem acionamento por pedal.