“Bem Me Quer Terê” tem versão on-line para crianças e adolescentes

Publicações destacam programa de Teresópolis como boa prática

no atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência

Divulgada versão on-line de duas publicações, da instituição ChildHood Brasil, que destacam o programa ‘Bem Me Quer Terê’, da Secretaria Municipal de Saúde, como uma das seis experiências brasileiras consideradas como referência no atendimento integrado a crianças e adolescentes vítimas de violências.


O livro ‘Centros de Atendimento Integrado a Crianças e Adolescentes Vítimas de violências’ e a cartilha ‘Atendimento Integrado a Crianças Vítimas ou Testemunhas de Violência no Planejamento Plurianual dos Municípios e Estados Brasileiros 2018-2021’ foram lançados no mês de agosto, em Brasília, durante o 1° Seminário sobre a Lei 13.431/2017 e o 3º Encontro dos Centros Integrados. Sancionada em abril desse ano, a legislação normatiza mecanismos para prevenir a violência contra menores e estabelece medidas de proteção e procedimentos para tomada de depoimentos.


O programa ‘Bem Me Quer Terê’ é vinculado ao Centro Materno Infantil e está instalado no prédio anexo do Centro Administrativo Manoel Freitas (Av. Lúcio Meira, 375/3º piso), na Várzea. Conta com equipe formada por assistente social, psicólogo, médica e enfermeira, que faz o acolhimento de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual, com entrevista investigativa e encaminhamento à rede de saúde e assistência social para tratamento e acompanhamento, quando necessários. O atendimento acontece de segunda a sexta, das 9h às 17h.