Maricá mantém UPA de Inoã com padrão de qualidade

Um pequeno evento na manhã desta quarta-feira (20/9) marcou os 5 anos da inauguração da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) na cidade litorânea de Maricá, região metropolitana do Rio de Janeiro. Nos últimos 3 anos o governo estadual deixou de repassar a verba para a manutenção da unidade de saúde, mas mesmo assim, a prefeitura tomou à frente e com recursos próprios vem prestando um bom serviço à população não só de Maricá, mas como também de municípios vizinhos como Itaboraí e São Gonçalo que estão com a área de saúde na UTI

 

                                                                                                                        Fotos GBNEWS

                                                         Com vereadores da base governista, o secretário Renato Machado falou sobre os 5 anos da UPA de Inoã

 

Num pequeno palanque montado nos fundos da UPA de Inoã, o secretário geral de Governo, Renato Machado (Podemos), representando o prefeito Fabiano Horta (PT), disse que o governo municipal tem como meta sempre prestar o melhor serviço de atendimento médico a população.

 

“Fizemos uma pesquisa há dez dias e pela primeira vez na história de um município, a saúde foi elogiada”, concluiu Machado que depois percorreu a unidade, que passa por reforma, juntamente com o vice-prefeito Marcos Ribeiro (PT), vereadores e secretários municipais.

 

A secretária de Saúde, Simone Costa, comentou que a UPA é lugar de pronto atendimento e que não haverá atendimento restrito.

 

“Não existe paciente que vai falar: – não tem médico! Pode ter um médico porque ele pode faltar, mas não vai ter médico falando que não vai estar atendendo porque está sozinho. (…) Ela (a UPA) tem que trabalhar em rede. É integração! UPA é unidade de urgência, vai ser trabalhada em rede.  Em julho tivemos um congresso sobre saúde em Brasília e todos os gestores queriam devolver as UPAs e Maricá está mantendo sua ” disse a secretária (foto).

 

Na comitiva que percorreu todas as dependências da Unidade de Pronto Atendimento estava o médico-vereador e presidente da Comissão de Saúde da Câmara Municipal Dr. Felipe Auni (PSD). Satisfeito com o que viu, falou sobre a UPA.

 

“Inaugurada em 2012, a unidade dispõe de serviços de pediatria, odontologia e urgências clínicas, além de exames laboratoriais e salas de raio-x, sutura, medicação e nebulização. O local também possui uma unidade de cuidados intensivos, com quatro leitos, e unidades semi-intensivas para adultos (há 10 leitos de observação para adultos e três leitos infantis)”, disse Auni (foto)

.

Na UPA de Inoã, por dia, são realizados de 400 a 500 atendimentos. A manutenção deste serviço, que deveria contar com repasses do estado, desde abril de 2014 é custeado integralmente pelo tesouro municipal. A dívida (repasses atrasados) do Estado com a Prefeitura de Maricá gira em torno de R$ 15 milhões.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino