Maricá: Horta se reúne com dirigentes de cooperativa de crédito

O prefeito Fabiano Horta recebeu na manhã dessa terça-feira (19/09) dirigentes do Sistema de Cooperativa de Créditos Fluminense-Sicoob. A instituição funciona como um banco controlado pelo Banco Central, oferecendo taxas menores e alguns benefícios como participação nos lucros para os cooperados, financiamento para pequeno e micro empresas, artesãos e pequenos produtores

Fotos Jorge André

Prefeito conversou com representantes da instituição financeira que oferece taxas menores


O prefeito Fabiano Horta (PT) afirmou a necessidade de romper os juros exorbitantes e criar mecanismos para que as pessoas não sejam exploradas a ponto de não colocar em prática a sua atividade produtiva.


“Temos na cidade regiões como Itaipuaçu e Inoã em franca expansão e completamente desprovidas de uma agência bancária. Temos que fomentar nossas potências”, declarou o prefeito.


Para o diretor presidente do Sicoob Fluminense, Neilton Ribeiro da Silva, a lógica da instituição que já atua em 16 estados é o tratamento oferecido ao cooperado.

“Nosso modelo de gestão faz com que a sociedade atue juntamente no sistema. Com isso garantimos autonomia das pessoas com relação as suas aplicações e atuações no mercado financeiro diferente do modelo de banco atualmente existente”, falou.


O secretário de Economia Solidária, André Braga, explicou que essa foi uma primeira conversa para estabelecer uma futura parceria com a instituição.


“Os nossos órgãos vão conversar com o Sicoob no sentido de formatar um modelo que melhor se encaixe para a cidade. Temos a possibilidade de fomentar o desenvolvimento social e econômico do município”, disse o secretário.


Também participaram da reunião o secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leonardo Alves, e o presidente do Sistema OCB/RJ Marcos Diaz, e o presidente do Banco Comunitário Palmas, João Joaquim de Melo.