Prefeitura de SG faz levantamento dos prejuízos com incêndio

A Polícia Civil está investigando as causas do incêndio que atingiu na noite de sexta-feira (15) o prédio anexo à Prefeitura de São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro. O fogo atingiu cinco secretarias que funcionavam no local: Obras, Meio Ambiente, Compras e Licitações, Planejamento e Subsecretaria de Posturas. As chamas foram apagadas na manhã de sábado (16)

O local já foi periciado e a prefeitura faz a partir de hoje (18) um levantamento para saber o que foi destruído e qual o tamanho do prejuízo. Aos jornalistas, o prefeito José Luiz Nanci (PPS) não afastou a possibilidade de que o incêndio tenha sido criminoso.

“Estranho que o fogo tenha atingido o coração da prefeitura no momento em que vários processos são investigados. Vamos esperar as investigações, mas acho um caso muito estranho”, disse Nanci que acompanhou de perto todo o trabalho do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil.


Na hora do incêndio estavam no local guardas municipais que fazem a segurança do prédio, que fica no Centro da cidade. A área foi interditada pela Defesa Civil Municipal. Não houve vítimas.


São Gonçalo é a segunda maior cidade do Estado do Rio de Janeiro em população, perdendo apenas para a capital.