Procon Estadual autua 22 lojas no shopping Uptown, na Barra da Tijuca

15.09.2017

Ausências de documentos e de preços foi o principal problema encontrado

 

Foto divulgação/Procon

A fiscalização do Procon Estadual não para um dia sequer. Nesta quinta-feira (14/09), o shopping Uptown, localizado na Avenida Ayrton Senna, 5.500, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, foi alvo deu ma nova etapa da Operação Acelera Ayrton. Foram vistoriadas 25 lojas, das quais 22 foram autuadas.

 

O problema mais recorrente encontrado pelos fiscais foi a falta de documentos obrigatórios por lei. Seis lojas, por exemplo, não tinham o alvará de funcionamento: Queen Ateliê, Kilo Mix, Markka, Dolls by Babi, Studio Vayoli e Beleza Fundamental. Três lojas - Casa do Valentina, Markka e Srt B Boutique - foram autuadas porque não emitiam nota fiscal.

 

Não foram encontradas irregularidades em três lojas: Rohnes Semijoias, Doce Grão e Sima Norte Informática. O nome da operação é uma referência ao nome da avenida na qual fica o shopping, uma homenagem ao piloto brasileiro tricampeão mundial de fórmula 1.

 

Balanço da Operação Acelera Ayrton:

 

1 - Cheiro Bom (cosméticos): Ausências do Código de Defesa do Consumidor, do Livro de Reclamações e de preços nos produtos expostos à venda.

 

2 - Queen Ateliê: Ausências do alvará de funcionamento e do Livro de Reclamações.

 

3 -  Botanopé: Ausência do Livro de Reclamações.

 

4 - Lua Mágica (roupas íntimas): Ausências do cupom fiscal, do Livro de Reclamações e do Código de Defesa do Consumidor.

 

5 -  Kilo Mix (roupas masculinas): Ausências do cupom fiscal, do Livro de Reclamações, do Código de Defesa do Consumidor, do alvará de funcionamento e de preços em produtos expostos na vitrine.

 

6 - Sempre Mulher Moda Íntima: Ausências de preços nos produtos expostos à venda e do Livro de Reclamações.

 

7 -  Casa do Valentina (roupas): Ausências de preço visível em alguns produtos, do Livro de Reclamações e de nota fiscal.

 

8 - Markka: Ausências do alvará de funcionamento, do Livro de Reclamações, do Código de Defesa do Consumidor, do cartaz do 151 e de nota fiscal.

 

9 - Srt B Boutique (roupas femininas): Ausências do Livro de Reclamações, do Código de Defesa do Consumidor e de nota fiscal.

 

10 - Moda Rio: Ausência do Livro de Reclamações.

 

11 - Dolls by Babi (roupas femininas): Ausências de preços visíveis aos consumidores, do alvará de funcionamento e do Livro de Reclamações.

 

12 - Studio Vayoli (salão): Ausências do alvará de funcionamento, do Livro de Reclamações e do Código de Defesa do Consumidor.

 

13 - Reviro (roupas femininas): Ausências do Livro de Reclamações e de preço em produtos expostos à venda.

 

14 - Caçula: Livro de Reclamações não autenticado.

 

15 - Gostinho de Casa: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.

 

16 - Espetto Gourmet: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.

 

17 - Mr. Minas Cafeteria: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros.

 

18 - Mega Matte: Livro de Reclamações não autenticado.

 

19 - Youburger: Ausencias do Livro de Reclamações e do certificado do Corpo de Bombeiros.

 

20 - Coffee and Cookie: Ausência do certificado do Corpo de Bombeiros. 3kg de presunto vencido.

 

21 - Dimona (roupas): Ausências do Código de Defesa do Consumidor e do cartaz do 151.

 

22 - Beleza Fundamental: Ausências de preços em produtos expostos na vitrine e do alvará de funcionamento.

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino