Cabral recebeu propina de toalha na cintura em hotel 5 estrelas em Londres

13.08.2017

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB), bem à vontade e de toalha amarrada na cintura, recebeu dez mil libras em espécie confortavelmente instalado na suíte de um cinco estrelas em Londres, segundo o jornalista Lauro Jardim, em sua coluna no jornal O Globo deste domingo

Esta é a cena em que um de seus doleiros, Marcelo Chebar, descreve em sua delação e em outras conversas sobre os tempos de fausto do atual presidiário em Benfica. Chebar contou ainda que certa vez Cabral ligou pedindo que levasse 20 mil libras para ele, que estava hospedado com Adriana Ancelmo no Goring Hotel, pertinho do Palácio de Buckingham.

 

Ele pegou um avião no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim, o Galeão e desembarcou em Londres para satisfazer a vontade do cliente. Conseguiu apenas 10 mil libras em espécie e foi entregar ao então governador.

 

Lá, segundo detalhou o doleiro, constatou que a suíte era de alto nível, com chefe de cozinha, mordomo e camareiras exclusivamente para o deleite de seus hóspedes. Com toda a tranquilidade, Cabral o atendeu com uma toalha amarrada na cintura. A coluna ainda apurou que diárias de uma suíte como essa no Goring custam R$ 30,9 mil.

 

Sergio Cabral está encarcerado num presídio vip em Benfica, reformado pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), condenado a 14 anos de prisão e ainda responde, por enquanto, a 14 processos por formação de quadrilha, corrupção, lavagem de dinheiro etc. A ex-primeira dama do estado do Rio, Adriana Ancelmo, que passou curta temporada no complexo penitenciário de Bangu, cumpre prisão domiciliar no apartamento luxuoso do casal no Leblon, Zona Sul, uma das áreas mais caras do Rio de Janeiro.

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino