Baixaria, homofobia, discriminação e posse na Câmara de Maricá

                                                                                                                                                                  Fotos GBNEWS

 Mesa diretora: vice-presidente Frank Costa (SD), presidente Aldair de Linda (PT),

1º secretário Marcus Bambam (PV) e 2º secretário Felipe Auni (PSD)

 

A sessão ordinária de hoje, quarta-feira (02/8), da Câmara Municipal com o fim do recesso parlamentar tinha tudo para fluir num clima dos mais agradáveis, mas não foi o que aconteceu, mesmo com a posse de um novo parlamentar. A chapa esquentou, vereador chamou  o colega de mau caráter e a imprensa foi discriminada por uma funcionária da 1ª Secretaria. Isso tudo, para vergonha dos eleitores ou não de Maricá, com o plenário lotado e transmissão  ao vivo do portal Lei Seca Maricá.

 

Baixaria

 

O vereador  governista Robgol (foto), líder do PT, foi à tribuna para chamar o vereador democrata Felipe Poubel de mau caráter, duas caras e que ocupa a tribuna para falar besteiras, além de agir com covardia. Na última sessão antes do recesso parlamentar, Robgol usou a palavra para criticar Poubel que só sabe atacar o governo do prefeito Fabiano Horta (PT) sem apresentar projetos. Em seguida, pediu para deixar o plenário porque tinha compromissos externos.

 

 

 

Em seguida, Felipe Poubel (foto) ocupou os cinco minutos a que tem direito para se defender e criticar Robgol. O líder democrata falou que o petista é incoerente nos seus argumentos e que vai continuar criticando o governo. “Não vou abaixar a cabeça para os seus ataques. Fui eleito pelo povo e vou continuar defendendo os interesses do povo”, garantiu Poubel que tinha gravado um vídeo dizendo que Robgol tinha deixado o plenário, antes do recesso, para fugir do debate.

 

Vídeo

 

No dia seguinte a sessão, circulou pela internet um outro vídeo mostrando Robgol fazendo o seu pronunciamento com algumas montagens. Aparecia o vereador governista Felipe Paiva (PCdoB) como se estivesse pensando “lá vem o Robgol para ler  discurso” e, ao fundo, um assessor parlamentar, também vítima de montagem, com galhos de veado na cabeça. O vídeo que foi curtido pelo vereador Felipe Poubel faz parte agora de um processo criminal de homofobia instaurado na 82ª DP (Maricá). O assessor vítima de homofobia registrou o caso na Delegacia Policial que  está investigando a autoria deste vídeo.

 

Discriminação

 

Antes do início de cada sessão, uma funcionária da 1ª Secretaria (Ludmila) comandada pelo vereador Marcus Bambam (PV) distribui aos vereadores a pauta do dia e ignora a imprensa por incompetência ou ignorância intelectual, já que o material serve como base para a cobertura jornalística da sessão. Neste impresso estão as indicações dos parlamentares, projetos de lei,  moções etc. Hoje, essa mocinha após entregar a pauta aos vereadores, foi ao local destinado aos jornalistas e entregou o material a duas pessoas. Pedi um e ela, arrogante, disse que não, pois só tinha direito os dois que eram da prefeitura e “autoridades”. Autoridades de quê? Estavam sentados no local  destinado a imprensa, embora não sejam jornalistas. A mocinha disse ainda que fosse procurar a assessora de imprensa da Câmara.

 

A assessora estava ao lado e, também, por inexperiência e incompetência, saiu de fininho, sem tomar qualquer atitude. Aliás, prática que vem tomando desde quando assumiu o cargo no início desta legislatura.

 

Acho estranho isso tudo, porque assim que foi eleito presidente da Câmara, o vereador de vários mandatos, Aldair de Linda (PT) disse que a imprensa teria um tratamento diferenciado, com todas as condições para um bom desempenho na cobertura jornalística das ações de sua administração. Está levando bola nas costas pela equipe incompetente do  1º Secretário da Mesa Diretora e da sua própria assessoria de imprensa.

 

O portal GBNEWS que faz a cobertura de todas as sessões ordinárias e extraordinárias da Câmara de Vereadores de Maricá, não será mais tão frequente assim, enquanto continuar esse e outros tipos de discriminação na Casa.

 

Juramento

 

O ponto positivo da sessão desta quarta-feira, foi o juramento do vereador Dr. Richard (PT) que estreou na Câmara Municipal. Durante o recesso parlamentar,  tomou posse no lugar do vereador Hélter Ferreira (PT) que assumiu uma secretaria municipal. Richard já apresentou indicações legislativas e quer a criação da Comissão de Direitos Humanos.

 

Sim para o Temer

 

Para fechar esse dia negativo na política maricaense, o deputado federal Marcelo Delaroli (PR), que já tentou três vezes a prefeitura, acaba de votar a favor da continuação de Michel Temer (PMDB) na presidência da República. Ele justificou sem voto em Brasília enviando uma nota.

 

"Meu partido fechou questão a favor do parecer da CCJ para rejeitar o afastamento do presidente. Mesmo respeitando a decisão do PR, quero deixar claro, sempre vou defender que todas as denúncias sejam investigadas, doa a quem doer. Como já falei muitas vezes, eu não tenho bandido de estimação, dou total apoio ao trabalho da Polícia Federal e do Ministério Público Federal".

 

 

 

 

 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino