Maia diz que Estado perdeu controle da segurança e pede urgência no acordo de recuperação fiscal


Deputado afasta a possibilidade de intervenção federal no Rio de Janeiro


O controle da segurança pública no Estado do Rio de Janeiro foi perdido. A afirmação é do presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), que escreveu em uma rede social nesta terça-feira (18) acrescentando que o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, assine com urgência o acordo de recuperação fiscal com o Estado.


"Nós perdemos completamente o controle da segurança pública no Rio, ninguém consegue mais se locomover com tranquilidade. Estamos cobrando diariamente do ministro Henrique Meirelles a assinatura do acordo de recuperação fiscal para que a gente comece a reorganizar o estado", afirmou Maia em post.


O deputado federal ressaltou ainda que não concorda com a possibilidade de intervenção federal e que o mais importante seria a implementação do Plano Nacional de Segurança para o Estado do Rio de Janeiro.


"Espero que antes de tratarmos de uma intervenção federal, o governo federal, o ministro da Defesa, o ministro da Justiça entendam que não há mais tempo para este tema. A gente precisa que o Plano Nacional de Segurança, que foi anunciado há algumas semanas, seja efetivamente implementado no Rio de Janeiro", escreveu o parlamentar.


Pezão quer assinar dia 1º de agosto

No dia 11 de julho, o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, afirmou que esperava assinar no próximo dia 1º de agosto o acordo de refinanciamento de sua dívida com a União. A declaração foi feita após reunião em Brasília com Henrique Meirelles.


"Falta sempre vencer mais alguns pontos que o Tesouro Nacional exige, não é fácil fazer uma previsão de fluxo de caixa de três anos, mas a reunião com o ministro andou maravilhosamente bem, já acertamos 95%. O ministro Meirelles é muito pró-ativo, acredito que estejamos chegando ao fim. Saio muito otimista e vou trabalhar agora na Casa Civil para agilizar essa burocracia", disse o governador na ocasião