Alexandre Frota chama Quaquá para a porrada. Vai encarar?


O ator Alexandre Frota postou na internet um vídeo chamando de vagabundo o presidente do PT-RJ e ex-prefeito de Maricá, Washington Quaquá que ameaça levar seguidores para as ruas num confronto com quem é a favor da condenação do ex-presidente Lula. Frota não se conforma com as ameaças de Quaquá que quer colocar pânico na população brasileira caso Lula vá para a cadeia. “Estou esperando você na rua, não fuja, cumpre a ameaça pedindo confronto aberto. Quero ver você bater em mim seu cara suja. Estou com um porrete aqui com seu nome gravado”, disparou Alexandre Frota.


Candidatura

Falando em Quaquá, ele não esconde de ninguém que pode ser o candidato do PT fluminense ao Senado ou ao governo do Estado em outubro do ano que vem. Ele afasta a possibilidade de tentar uma cadeira na Câmara Federal por não ser o seu perfil. O ex-prefeito de Maricá diz que tem pesquisas que o apontam com dois dígitos para o senado que terá duas vagas e que não vê nenhum nome tipo bicho papão.


Raspadinha


Preocupados com o destino da raspadinha, a bancada do Estado do Rio na Câmara Federal esteve com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. Eles defendem que a Loterj continue podendo oferecer o tradicional jogo. É que o governo federal pensa em licitar uma nova loteria instantânea no país e a exclusividade na exploração certamente iria deixar o negócio mais atraente para os interessados. Segundo o presidente da Loterj, Sergio Ricardo de Almeida, 70% dos lucros da raspadinha são para programas sociais do Estado.


Contas no exterior



O ex-governador Sergio Cabral (PMDB) admitiu que teve conta bancária no exterior e que seu gasto mensal era de R$ 200 mil. Em Nova Iorque, tinha quase US$ 2 milhões. Sergio Cabral, seu ex-secretário Wilson Carlos e Carlos Miranda, apontado pelo MPF como operador do ex-governador, eram donos de US$ 100 milhões depositados fora do Brasil. Essa grana foi repatriada e parte usada para pagar aposentados do Estado.


Na contramão


O presidente do PR do Rio, Anthony Garotinho caminhou na contramão da orientação da Executiva Nacional do partido. O ex-governador recomendou na reunião do diretório do partido no início da semana, que os cinco deputados federais votassem a favor de que o presidente Michel Temer seja investigado pelo STF. A orientação nacional do PR era de apoio ao Temer.


Saia justa



Neste mesmo encontro do PR, Garotinho criou saia justa ao dizer que o governo do prefeito Marcelo Crivella (PRB) está recheado de peemedebistas, inclusive nas secretarias. “Se não dá espaço para os aliados, ao menos que não dê para os inimigos”, alertou. Crivella teve apoio de Garotinho para se eleger prefeito do Rio, na época disse que o ajudaria na campanha para retornar ao Palácio Guanabara, mas vem mostrando muita simpatia por uma possível candidatura do seu super secretário Índio da Costa (PSD) para o comando do Estado.


Julgamento


Foi marcado para o dia 8 de agosto o julgamento do promotor de eventos José Phillipe Ribeiro de Castro, que está preso desde junho de 2015 por agredir três pessoas numa festa em sua casa, na Gávea, Zona Sul carioca. Uma das vítimas chegou a ter parte da orelha arrancada e uma outra ficou em estado grave, com uma perfuração no tórax. José Phillipe responde pelos crimes de tentativa de homicídio e lesão corporal. O júri será realizado pela 4ª Vara Criminal da Capital.


Colônia de férias


Têm início nesta segunda-feira, dia 17, as atividades da Colônia de Férias gratuita oferecida pela Prefeitura de Teresópolis durante as férias escolares. Até o dia 28, as 100 crianças inscritas participarão de brincadeiras e ações esportivas, culturais e educacionais, com direito a lanche. O local é a Escola Municipal Aclimea de Oliveira Nascimento, no bairro de São Pedro. Até o dia 28 de julho, além das atividades internas, também haverá visitas aos quartéis do 16º Grupamento de Bombeiro Militar e do 30º Batalhão de Polícia Militar, à sede do IPAN - Instituto de Pesquisas Avançadas de Navegação e ao Parque Nacional da Serra dos Órgãos.


Operação Ratatouille


O Procon Estadual realizou uma nova etapa da Operação Ratatouille, que fiscalizou restaurantes da Urca, Zona Sul do Rio de Janeiro. Quatro estabelecimentos foram vistoriados e dois deles foram autuados. No Julius Brasserie, na Avenida Portugal, 986, Loja D, não foi apresentado aos fiscais o exemplar do Livro de Reclamações. Além disso, os cartazes informando sobre a oferta gratuita da água potável e filtrada a clientes, do Disque 151 e do Disque 180 (telefone para denúncias de violência contra a mulher), não estavam afixados no estabelecimento. Já no Garota da Urca, na Rua João Luiz Alves, 56-A, foram encontrados 3kg de molho tártaro e 900g de carne bovina, ambos sem especificação do prazo de validade. O certificado de potabilidade da água do estabelecimento também estava vencido. Não foram encontradas irregularidades no Bar da Urca (Rua Cândido Gafree, 205) e no Terra Brasilis (Praça General Tibúrcio, s/nº).