Maricarnaval de Inverno chega para gerar mais emprego e renda

                                                                                  Fabiano Horta homenageado pelo mundo do samba com

                                                                                  Alexandre Oliveira e Felipe Auni           fotos Pery Salgado

 

Maricá continua encabeçando a lista dos municípios que mais arrecadam  royalties do pré e pós sal, segundo o Portal da Transparência da Agência Nacional de Petróleo (ANP). Só perde para Campos dos Goytacazes, mas um dia, essa mina de ouro preto vai acabar e a partir daí como vai sobreviver? Mecanismos para evitar a falta de dinheiro lá na frente  têm que ser criados agora.

 

O prefeito da cidade Fabiano Horta (PT) sabe disso e  está buscando alternativas.  Uma delas é de imediato, começa agora gerando trabalho e renda para costureiras, cenógrafos, músicos, artistas plásticos etc. Acaba de dar uma canetada transformando o projeto de lei “Carnaval Fora de Época” em lei, instituindo o “Maricarnaval de Inverno” como consta da publicação no Diário Oficial da cidade.

 

Segundo o autor da lei, o vereador Felipe Auni (PSD), o desfile das escolas de samba será realizado no último final de semana do mês de julho a partir do ano que vem, e de acordo com a publicação no DO poderá ser realizado na Lagoa de Araçatiba.

 

“Este evento fomentará a economia e o comércio da cidade. O Maricarnaval de Inverno será autossustentável, transformando-se no maior produto turístico de Maricá, incrementando assim, a atividade econômica do município em cerca de 25%”.

 

Nos últimos oito anos, as escolas de samba de Maricá ficaram vendo o carnaval passar. O prefeito anterior, nos seus dois mandatos, não prestigiou as agremiações que foram obrigadas a paralisar suas atividades, causando inclusive, desemprego no mundo do samba, isso sem falar nos prejuízos causados no comércio, pousadas e hotéis que tiveram uma movimentação bem inferior em comparação a períodos anteriores. A última escola campeã foi a Inocentes de Maricá.

 

Fabiano Horta assumiu a prefeitura no início deste ano, decidiu que as escolas de samba retornariam ao carnaval e coordenadas por Alexandre Oliveira, fizeram uma pequena apresentação no centro da cidade, dando o pontapé inicial para  essa nova etapa.

 

A partir de agora, as escolas de samba estão se reorganizando, colocando em dia sua documentação, elegendo novas diretorias e criando uma Liga.

 

Petróleo

 

 

Segundo o Portal da Transparência da ANP - Agência Nacional de Petróleo, Maricá é segundo município do estado em arrecadação de royalties do pré e pós sal. Somente nos cinco primeiros meses deste ano, o município (que só perde para Campos dos Goytacazes em arrecadação) já recebeu R$ 356 milhões de royalties, embora no portal da transparência da prefeitura, apareça apenas cerca de R$ 60 milhões.

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino