Vereadores afastam prefeito de Búzios por 90 dias

                                                   André Granado é afastado da prefeitura           foto Eliseu Pires

 

O prefeito de Búzios André Granado (PMDB), teve o seu impedimento aprovado, ontem, 1º de junho, pela Câmara de Vereadores, por 6 x 3. Somente os vereadores Miguel Pereira, Niltinho e Joice, da base do governo, votaram contra. Em seguida, através de decreto legislativo o prefeito foi afastado do cargo por 90 dias. André, que cumpre seu segundo mandato, é acusado de fraudes em contratos de licitação. Com o afastamento do prefeito, o vice Henrique Gomes (PP) assumiu hoje a prefeitura.

 

                                                                    Vereadores votaram na sessão extraordinária de ontem     foto Thais Avelino

 

Na sessão ordinária desta quinta-feira (01/06) foi votado na sessão da Câmara de Búzios o Processo Administrativo Nº 26/2017, que consta de denúncias político-administrativas contra o prefeito da cidade André Granado (PMDB). O denunciante é o cidadão Luiz Carlos Gomes da Silva.

 

Para aprovação desse processo administrativo foi necessário quórum de dois terços dos vereadores, sendo a votação nominal. Seis vereadores votaram a favor do recebimento da denúncia: João Carlos Alves de Souza (Cacalho) – presidente do Legislativo, Gladys Nunes, Valmir Martins de Carvalho (Valmir Nobre), Adiel da Silva Vieira (Dida Gabarito), Josué Pereira dos Santos e João Carlos Souza Dos Anjos (Dom), enquanto os contrários à proposta foram três: Nílton César Alves de Almeida (Niltinho de Beloca), Miguel Pereira e Joice Costa.

 

Após a votação do processo administrativo, foi realizado sorteio dos membros da comissão processante e eleitos seus presidente, relator e membro. O resultado da eleição foi Josué Pereira dos Santos (presidente), Gladys Nunes (relatora) e Valmir Nobre (membro).

 

 Em seguida foi realizada sessão extraordinária para votação do Projeto de Resolução 06/2017, de iniciativa da Mesa Diretora, a fim de criar a comissão processante, que vai apurar as denúncias, que poderão culminar no impeachment do prefeito. O prazo dos trabalhos da comissão será de 90 dias. Esse projeto de Resolução foi aprovado por unanimidade. Henrique Gomes (foto) já está comandando os destinos de Búzios.

 

O decreto afastando o prefeito foi  aprovado por seis votos favoráveis (João Carlos Alves de Souza, Gladys Nunes, Valmir Martins de Carvalho, Adiel da Silva Vieira, Josué Pereira dos Santos e João Carlos Souza Dos Anjos) contra três (Nílton César Alves de Almeida, Miguel Pereira e Joice Costa). Ambas proposições foram aprovadas em regime de urgência especial. 

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino