Ex-prefeito de Itaboraí é multado em R$ 700 mil


Eduardo Cunha e seu afilhado político Helil Cardozo


O ex-prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo (PMDB) terá que pagar multa de R$ 703.978,00, conforme determinação do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). Ele ignorou uma série de determinações do tribunal no processo referente ao edital de 2013, para a coleta e destinação do lixo. A licitação de R$ 22.044.412,92, foi revogada sem que houvesse a comunicação obrigatória ao TCE e as contratações foram feitas através de atos de dispensa de licitação.


O voto da conselheira substituta Andrea Siqueira Martins ainda destaca que o processo passou pelo plenário por 13 vezes, e que Helil Cardozo teve sempre a oportunidade de sanear os problemas e justificar suas ações.


Helil Cardozo tinha como padrinho político o deputado federal cassado e preso pela Operação Lava Jato, Eduardo Cunha (PMDB). Tentou a reeleição em outubro do ano passado e o resultado da sua péssima administração em Itaboraí, teve a resposta nas urnas. Dos cinco candidatos a prefeito, Helil Cardozo ficou em último lugar com pouco mais de 5 mil votos. Seu sucesso, teve dez vezes mais votos, 56.3127.