Deputados federais do Rio pedem intervenção na Saúde e Segurança

30.05.2017

A cada dia que passa o governo de Luiz Fernando Pezão (PMDB) fica mais próximo do fundo do poço. Hoje, o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) rejeitou as contas do exercício 2016. Também nesta terça-feira, Pezão receberá mais uma notícia ruim. A bancada do Rio de Janeiro na Câmara dos Deputados entrega às 18h, documento ao procurador-geral da República, Rodrigo Janot, solicitando intervenção federal nas áreas de Saúde e Segurança do Estado. O encontro será na sede Universidade de Brasília.

 

Os deputados Alexandre Valle (PR), Marcelo Delaroli (PR), Hugo Leal (PSB), Alexandre Serfiotis (PMDB), Marcelo Matos (PHS) e Marcos Soares (DEM) participarão do encontro. No documento (045/2017), os parlamentares apresentarão a Janot as razões que levam ao pedido de encaminhamento ao Supremo Tribunal Federal da intervenção federal.

 

Na área de segurança pública, o documento enumera o aumento do número de roubos a cargas, como também elevação dos crimes violentos, roubos de rua, assaltos em coletivos, além dos atrasos no pagamento dos salários dos servidores e das pensões.

 

Além do "grave comprometimento da ordem pública", os deputados consideram "drástica e dramática" a situação da saúde. Dentre os motivos enumerados para a necessidade de intervenção federal no setor, a bancada justifica que o Estado do Rio de Janeiro não transferiu ao Fundo Estadual de Saúde, nos anos de 2015 e 2016, a totalidade dos recursos financeiros destinados a investimentos no setor, colocando em "risco a continuidade dos serviços de saúde".

 

Na avaliação do deputado federal Alexandre Valle, o governo estadual não tem condições de administrar, sozinho, áreas que impactam diretamente a qualidade de vida da população. "O Rio de Janeiro vive uma guerra urbana, o caos está instalado. Tivemos casos de bandidos fortemente armados assaltando até  dentro do shoppings. As pessoas vivem com medo, estão reféns em casa e as unidades de saúde sem condições mínimas de atendimento. O governo federal precisa intervir imediatamente".

 

Para o deputado Marcelo Delaroli, as polícias Militar e Civil estão fazendo um trabalho heroico nas ruas, diante das graves dificuldades enfrentadas pelos agentes de segurança pública.

 

"O Rio de Janeiro pede socorro, precisamos restabelecer a segurança das pessoas e também dos policiais. Temos que impedir a entrada de armas nas comunidades, para isso é fundamental Exército e Marinha, além da Polícia Federal nas fronteiras. Somente com união de forças o Estado do Rio vai sair dessa situação", avaliou Delaroli.

 

 

 

Facebook
Twitter
Linkedin
Pinterest
Google+
Please reload

2017 @ TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
Desenvolvido por Paula Celestino